sábado, 6 de abril de 2019

Ainda repercute matéria da Folha sobre decisão da Promotoria de Piancó em apurar supostas irregularidades na UTI do hospital de Piancó


Um Inquérito Civil Público foi aberto pela 1ª Promotoria de Justiça de Piancó para apurar supostas irregularidades no funcionamento da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital regional Wenceslau Lopes. 

A Portaria instituindo o inquérito foi publicada na sexta-feira, 5, e a investigação também abrangerá os setores de urgência e emergência do hospital, que é gerido pelo estado. 

As denúncias partiram do Conselho Regional de Medicina (CRM)
As primeiras medidas do promotor Bertrand de Araújo Asfora foram determinar que se “oficie à direção do Hospital Wenceslau Lopes, requisitando que, no prazo de 15 dias úteis, a apresentação de projeto para reparação de todos os itens em que o CRM pontuou como irregular ou não existir no referido hospital; designe audiência extrajudicial, notificando a Diretora do Hospital e o assessor jurídico para apresentação do projeto a este Membro”. 

Reprodução mediante autorização prévia da
Folha do Vale - www.folhadovali.com.br Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba ©2010 - Todos os direitos reservados