quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Suicídio em Piancó alerta autoridades psiquiátricas

(Reprodução)
Na manhã de ontem, quarta-feira, por volta das 06:00h uma jovem senhora foi encontrada já sem vida em sua residência no Bairro Pedro Lima de Azevedo [antigo Bairro da Cadeia]. Na oportunidade, seu companheiro, que passa a noite cumprindo pena na penitenciária local, chegou em casa pela manhã e chamou sua esposa e não houve resposta. Como era de costume, ela sempre levantava-se cedo pra esperar o marido. Sem ouvi-la, ele resolveu chamar os vizinhos e conseguiram abrir a porta e ao chegar em um dos quartos da casa, a jovem senhora estava dependurada em um lençol envolto no pescoço, já sem vida (a imagem será não será divulgada). A polícia foi chamada ao local e o corpo foi levado para perícia. Os nomes da vítima e do esposo, a família pede pra que não seja divulgado. Esse não é o primeiro caso de suicídio na cidade de Piancó. Apesar das várias campanhas e apoio que o Município oferece aqueles que por algum motivo se tornam um potencial suicida, o índice aumenta a cada dia, isso é fato em todo o Vale do Piancó. 

Em janeiro, desde 2014, o Brasil reflete sobre o cuidado com a saúde mental e emocional. É o Janeiro Branco, campanha que nasceu na cidade de Uberlândia (MG).

“Taxas crescentes de transtornos mentais e de suicídios, altos índices de violência e preocupantes sintomas de que os indivíduos têm dificuldades para encontrar um sentido saudável para a sua existência e para os seus relacionamentos. Sem esta popularização do conceito de psicoeducação não haverá solução para os problemas da humanidade.”

No esforço para mudar esses números, a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu que a data de 10 de Setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio

No Brasil, há um suicídio a cada 45 minutos. Os dados mundiais indicam que ocorre uma tentativa a cada três segundos e um suicídio a cada 40 segundos.

No total, chega-se a 1 milhão de suicídios no mundo. Provocar o fim da própria vida está entre as principais causas das mortes entre jovens, de 15 a 29 anos, e também de crianças e adolescentes.

No esforço para mudar esses números, a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu que a data de 10 de Setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. 

Há quatro anos a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM), promove a campanha nacional Setembro Amarelo.


oblogdepianco.com.br