terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Prefeitura de Piancó publica Nota de Esclarecimento sobre o SAMU

O SAMU 192 Regional de Piancó volta a ser alvo de denúncias sem fundamento, o que nos obriga a virmos a público restabelecer a verdade sobre esse serviço fundamental prestado pelo SUS em nosso município e em nossa região.

No último final de semana o SAMU 192 Regional de Piancó foi acionado pelo médico plantonista do Hospital Wenceslau Lopes, para transferência de uma senhora que havia sido atendida com queixa de dor precordial e sudorese. Segundo o médico plantonista, foi feito o protocolo de infarto agudo do miocárdio, realizado eletrocardiograma, dosagem de enzimas e medicações. O resultado foi eletrocardiograma normal e enzima alterada (troponina) com melhora no quadro clínico da paciente.

A equipe da USA (Unidade de Suporte Avançado), ao chegar no hospital, se deparou com uma senhora hemodinamicamente estável, consciente, orientada e sem queixas. Após avaliação, a médica do SAMU explicou ao médico do hospital que aquela paciente era um caso de USB (Unidade de Suporte Básico) em virtude da condição clínica avaliada e não de USA.

É importante frisarmos que em toda a região do Vale do Piancó, composta por 20 municípios, com extensão territorial superior a 10% (dez por cento) do território paraibano, existem apenas 4 (quatro) USAs, sendo 2 (duas) em Piancó, 1 (uma) em Itaporanga e 1 (uma) em Coremas. Portanto, a liberação dessas equipes deve ser feita mediante protocolos de regulação de acesso rígidos, aplicados por profissionais treinados e com total liberdade de exercerem o seu mister.

A gestão municipal de Piancó não se imiscui nas decisões técnicas - como foi o caso aqui relatado - dos nossos profissionais responsáveis pela regulação, os quais possuem nosso total apoio, confiança e respeito.

Cumpre fazermos alguns comentários sobre a situação do nosso Hospital Regional Dr. Wenceslau Lopes:
1. Nosso hospital encontra-se sob gerência estadual, ou seja, é administrado pela Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba, possui 80 (oitenta) leitos, dos quais 10 (dez) leitos de UTI Adulto Tipo III. Portanto, é um hospital de grande porte para a nossa região e deve executar procedimentos de média e alta complexidade, para isso necessita contar com serviço próprio de ambulância tanto para transferências básicas como avançadas. No entanto, não há no hospital serviço de suporte avançado (UTI Móvel), e o suporte básico funciona com sérias dificuldades tendo em vista recorrentes problemas com a única ambulância existente.
2. O Hospital Wenceslau Lopes recorre rotineiramente aos serviços do SAMU 192 para que o mesmo execute transferências de pacientes que, rigorosamente, deveriam ser transferidos pelo serviço de ambulância do próprio hospital.
3. Quando esse tipo de situação ocorre, o que tem sido cada vez mais comum, toda a região do Vale do Piancó ficar desamparada do serviço dessa equipe do SAMU por praticamente um dia inteiro - no caso de transferência para João Pessoa. A função primordial do SAMU 192 é chegar precocemente à vítima após ter ocorrido alguma situação de urgência ou emergência que possa levar a sofrimento, a sequelas ou mesmo à morte.
4. Não podemos e não vamos transformar nosso SAMU em serviço de ambulância do Hospital Wenceslau Lopes porque o Governo do Estado da Paraíba não garante as condições necessárias para o seu funcionamento, e isso não quer dizer que não realizemos transporte inter-hospitalar, muito pelo contrário.
5. A média de Transporte Inter-Hospitalar nos anos de 2015 e 2016 foi de 586 procedimentos (Tabela SUS), enquanto a média de 2017 e 2018 (janeiro a novembro), foi de 657 procedimentos, segundo consta nos dados oficiais do Ministério da Saúde, portanto, nosso atendimento foi ampliado e isso reflete a disponibilidade do SAMU e a indisponibilidade dos serviços prestados pelo Hospital Wenceslau Lopes no tocante ao funcionamento de sua ambulância.
6. Ressaltamos que Piancó realiza investimento alto para disponibilizar o SAMU 192 para toda a região do Vale do Piancó e da região de Princesa Isabel, que também é regulada por nossos grandes profissionais.
7. Nosso trabalho tem sido cada vez mais complexo pelo fato de não recebermos recursos estaduais para custeio dessa atividade de suma importância para o nosso povo. O Estado da Paraíba tem um débito acumulado com o SAMU 192 Regional de Piancó da ordem R$ 5.072.211,90 (cinco milhões setenta e dois mil duzentos e onze reais e noventa centavos), no período de 2014 a 2018.
8. A cada mês esse débito aumenta em R$ 114.402,00 (cento e catorze mil quatrocentos e dois reais), que é valor mensal devido pela Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba ao SAMU 192 Regional de Piancó, segundo normatização federal.
Sabedores que somos da necessidade de qualificação e ampliação do nosso SUS - Sistema Único de Saúde, ratificamos ao povo do Vale do Piancó nossa determinação em mantermos e ampliarmos as ações e serviços de saúde em nossa região, sobretudo o nosso SAMU 192 Regional de Piancó.

Um forte abraço,

Antônio Leite Neto / Secretaria Municipal de Saúde de Piancó-PB