quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Polícia Militar expulsa cabo suspeito de estupro de vulnerável e roubo

A Polícia Militar expulsou um cabo da corporação investigado por estupro de vulnerável e roubo. A expulsão foi publicada na edição da terça-feira (29), do Diário Oficial do Estado (DOE), divulgado nesta quarta-feira (30).

De acordo com a publicação, o cabo cometeu os crimes na Praia de Jacarapé em dezembro de 2015, contra duas vítimas, e em janeiro de 2016, contra outras quatro vítimas.

Usando capuz e arma de fogo, o policial teria praticado a violência sexual e roubados os celulares das vítimas. Através dos celulares, a polícia chegou até ele.

A Comissão Disciplinar da PM concluiu que os atos do policial depõem contra a ética, a honra e a dignidade pessoal, assim como o decoro da classe e o pundonor policial militar, além de macular a imagem desta Corporação.

“São por demais graves e reprováveis os atos por ele praticados, concluindo-se, portanto, que o mesmo é incompatível para o exercício das funções policiais militares”, diz trecho da publicação.

Foi determinado ao comandante do 5º BPM que apreenda materiais em posse do policial referente a Policia Militar, como identidade militar e outros pertinentes.

O processo tramita nas 6ª Vara Regional de Mangabeira.

MaisPB