sábado, 29 de dezembro de 2018

Três deputados governistas se unem para disputar a presidência da ALPB no 2º biênio

(Foto: Paraibaonline)
Os deputados Ricardo Barbosa (PSB), Branco Mendes (Podemos) e Tião Gomes (Avante), todos da base governista, se uniram para disputar a presidência da Assembleia Legislativa para o segundo biênio da legislatura de 2019, uma vez que, para o 1º biênio a candidatura do deputado Adriano Galdino (PSB), também integrante da base do governo, é tida como certa.

O pacto entre os três postulantes é de que quem estiver mais simpatia e melhor no embate entre os deputados terá o apoio dos outros dois e assim disputar com Galdino, candidato natural da bancada de situação.

Eles esperam contar com a solidariedade tanto do governador Ricardo Coutinho quanto com o governador diplomado, João Azevedo, ambos do PSB.

“Disputaremos entre os três e não haverá cizânia ou discussões cáusticas. Caminharemos juntos e ao final a gente disputa nessa fase de pré-candidatura a possibilidade de um de nós assumirmos com Adriano, a chapa que será votada em 1º de fevereiro”, explicou.

Indagado quem estaria mais forte, a preço de hoje dos três, Barbosa tergiversou e disse que os três têm chances e pode até nascer outras candidaturas dentro do grupo até porque a bancada governista é grande.

“Mas, eu, branco e Tião, estamos nos dispondo a disputar a preferência dos companheiros para o segundo biênio e chegaremos à eleição com um nome escolhido. A gente conseguiu estreitar os propósitos e os desejos no sentido de que cheguemos ao pleito com um único nome. Os três vão trabalhar e quem reunir melhores condições matemáticas de chances de vitória, será o candidato de consenso e harmônico do bloco”, assegurou.

Paraibaonline