quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Tovar pede que deputados ouçam clamor da sociedade e de empresários e não votem aumento de imposto

O deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) pediu para que os parlamentares votem contrários ao projeto de Lei nº 2.033/18 de autoria do Governo do Estado que aumenta o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de 18 mercadorias em 2% para subsidiar o Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza na Paraíba (Funcep-PB). A votação da matéria será nesta quinta-feira (27). “Levo para o plenário o clamor da sociedade e dos empresários, pois esse projeto implica em uma série de problemas como a redução de empregos. A população não aguenta tantos impostos que não são revertidos em serviços de qualidade”, disse.

Tovar foi autor do pedido de vista que adiou a votação do projeto. Ele alegou que era preciso debater o tema com todas as partes envolvidas e não ser mais uma imposição do Executivo. “Mais uma carga tributária imposta aos paraibanos e desta vez no apagar das luzes do governo. Não era de se esperar outra coisa do governador Ricardo Coutinho que foi o gestor que mais aumentou impostos no Estado. Como das outras vezes, cria os impostos sem ouvir a população, a classe empresária e, principalmente, sem explicar os motivos. Hoje temos uma das maiores cargas tributárias do Brasil. Com isso, começaremos a perder mercado para outros estados”, destacou Tovar.

O tucano acompanha desde o início do seu mandato os aumentos de impostos praticados pelo governo socialista. Ele lembrou que nos últimos sete anos a tarifa da água na Paraíba chegou a aumentar 77,37%, a do gás residencial 59,62% e a do transporte em 49,81%, além do a aumentar impostos em até 12% como da energia elétrica. “O aumento desenfreado prejudica diretamente a população e também o desenvolvimento do Estado, pois afeta o orçamento das famílias, afasta empresas que queiram se instalar no Estado e levam empresários a encerrarem atividades”, avaliou.

Assessoria de Imprensa

oblogdepianco.com.br