domingo, 14 de outubro de 2018

Julian Lemos rebate RC: “O povo não é seu comissionado no Estado para viver debaixo da sua chibata"


Julian Lemos rebate RC: “O povo não é seu comissionado no Estado para viver debaixo da sua chibata

O governador Ricardo Coutinho não compreende porque Jair Bolsonaro vencerá no próximo dia 28 de Outubro, malgrado a oposição política mais sórdida da história recente do Brasil.

A resposta é simples e qualquer mãe, mulher, professor, chefe de família, avô, avó, nordestino e brasileiro de bem já entendeu: Bolsonaro somos nós.

Bolsonaro é todo brasileiro ordeiro, tranquilo, pacífico, trabalhador, família, mas que não tolera a podridão, a mentira e a hipocrisia como armas de campanha e de Governo.

E o Governador não entende. E como não compreende, agride. O Governador agride Bolsonaro revelando a sua própria falta de civilidade:

– ‘ É mito porra nenhuma! ‘

O Governador agride os eleitores de Bolsonaro, entre os quais, aqueles que também votaram em João Azevedo:

– ‘São uns alucinados que só a Psicologia explica!’

O Governador agride, afronta e aterroriza a sua própria militância e os convida a um messianismo ridículo, querendo que batam de porta em porta para defender o indefensável.

Explicaremos porque ele fracassará: em uma semana nós vimos Haddad, o PT e a esquerda mudar de cores, ajoelhar perante imagens, esquecer Lula, parar de receber as ordens de campanha da cadeia, no melhor estilo crime organizado, comparecer à missa e defender o porte de armas.

E o povo reagiu enojado. É isso que o PT e a esquerda não entendem que provocam: nojo, horror, perplexidade e indignação. Até em quem um dia votou em Lula. Até em quem um dia acreditou nessa possibilidade e hoje percebe o quanto foi feito de idiota.

O PT mente. O PT oculta. O PT dissimula. O PT destrói. O PT corrompe. O PT divide. O PT se alimenta do ódio. Quer o ódio. Deseja o ódio. Há um rastro de amizades desfeitas, famílias intrigadas, casais em pé de guerra, professores em pânico, intelectuais cogitando mudar de país, porque o PT disse que há uma multidão de fascistas à espreita nas esquinas para fazer o mal e praticar a violência.

Quando o PT faz isso e o Governador concorda, está dizendo que o homem e a mulher simples do meu Nordeste e do meu Brasil, que só querem trabalhar e viver em paz com as suas famílias, são criminosos e violentos em potencial. Isso é demais.Chega, Governador! O povo não é seu comissionado no Estado para viver debaixo da sua chibata! O povo brasileiro não aguenta mais ser responsabilizado pelo caos que está aí! Esse povo vai dar ainda outra resposta para lhe desmoralizar completamente!

O povo nordestino e brasileiro cansaram e não são idiotas!

Não é preciso sociólogo e nem psicólogo para entender o fenômeno Bolsonaro: basta ter vergonha na cara, patriotismo nas veias e caráter. E isso, Governador, Haddad, Lula, o senhor, o PT e as esquerdas já demonstraram que nunca tiveram.Que Deus nos abençoe na tremenda jornada de reconstrução do nosso Brasil e nos livre da opressão de gente como o senhor.

Julian LemosDEPUTADO FEDERALVice-presidente nacional do PSL e Coordenador geral de Campanha de Bolsonaro no Nordeste.

Fonte: Polêmica Paraíba