terça-feira, 30 de outubro de 2018

Cvaz agenda cirurgias gratuitas para esterilização de cães e gatos em João Pessoa

(Foto: Secom/JP)
A importância da castração dos bichos está relacionada com o controle populacional dos animais domésticos, além da prevenção de uma série de doenças. O Centro de Vigilância Ambiental e Zoonoses (Cvaz) da Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa (SMS) realiza, nesta quarta-feira (31), a partir das 13h, por ordem de chegada, agendamento para o programa de cirurgias de esterilização de cães e gatos.

Para o mês de novembro serão programados 200 procedimentos e, para ter acesso, os proprietários devem comparecer à sede da Cvaz, na Avenida Walfredo Macedo Brandão, n°100, nos Bancários. As fichas serão distribuídas no portão lateral.

Para realizar uma cirurgia de castração, o dono ou responsável pelo animal deve procurar o Centro e fazer um cadastro no serviço. É necessário apresentar comprovante de residência do município de João Pessoa e documento de identificação com foto.

As fichas serão distribuídas para cirurgias em cadelas (40), gatas (80) e cães e gatos machos (80), totalizando 200 animais.

“A mudança do horário para os agendamentos foi um pedido dos usuários”, explicou Nilton Guedes, gerente do Cvaz. “Já os protetores independentes de animais e ONGs podem entrar em contato diretamente com o serviço, até o dia 1º de novembro, e realizar o agendamento”, completou.

O procedimento não é considerado perigoso e os riscos envolvidos são os mesmos de qualquer procedimento cirúrgico. Os animais que passam pela castração recebem alta no mesmo dia.

Mas para a realização da cirurgia, os animais devem apresentar bom estado de saúde e se submeterem a alguns critérios considerados de segurança, como exame de hemograma e triagem clínica, não estar na fase de amamentação e nem no cio, além de estar na faixa etária acima dos oitos meses e até oito anos de vida.

O Centro de Vigilância em Saúde Ambiental e Zoonoses está localizado na Avenida Walfredo Macedo Brandão, n°100, nos Bancários. Para mais informações, as pessoas podem ligar para os telefones 3218-9357 ou 3214-3459.