quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Tovar destaca avanços de Várzea, Campina Grande e João Pessoa na área de educação

O deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) falou, nesta terça-feira (4), sobre o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e destacou o desempenho dos municípios de Várzea, Campina Grande e João Pessoa que vem avançando na área de educação e superando as metas estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC). “Esses municípios nos mostraram que quando a educação é prioridade é possível oferecer um ensino de qualidade para os nossos jovens”, disse.

O município de Várzea foi destaque no quesito educação pública de qualidade. A média das escolas era 6.1 e avançou para 6.6, superando uma meta de 6.5. Em Campina Grande a rede municipal superou a meta projetada pelo MEC de 4.7 para 5.2 nos anos Iniciais e alcançou a meta projetada de 3.8 para os anos finais. De um total de 73 escolas de Campina Grande, habilitadas, que fizeram a Prova Brasil, 41 escolas obtiveram nota acima da média 5.2 e 15 escolas obtiveram média acima de 6.0 nos Anos Iniciais.

Em João Pessoa mais avanço. Desde 2013, os estudantes do Ensino Infantil e Fundamental da rede municipal da Capital atingiram ou superaram todas as metas estabelecidas pelo Ministério da Educação, revelando avanços importantes na qualidade da educação oferecida às crianças da Capital pela rede municipal de ensino. A nota do Ideb dos anos iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) foi de 4,9 enquanto a meta era 4,6.

“Tivemos boas notícias e outras nem tão boas assim, que nos geraram preocupação. Não engrosso o coro do quanto pior melhor e lamento profundamente que a nossa Paraíba não atinge a meta do Ideb no ensino médio nem nos anos finais do ensino fundamental há cinco anos”, comentou.

Tovar lembrou que o Ideb é o principal indicador da qualidade da educação básica e merece muita atenção. “Os números mostram que precisamos de mais investimentos, de valorização dos professores, de melhor estrutura e, sobretudo, de uma nova mentalidade no que se refere à educação. A educação deve ser prioridade, pois sem ela não teremos futuro”, afirmou. 

Assessoria