domingo, 19 de agosto de 2018

Os Jovens e o consumo de drogas no Brasil

Relativo ao consumo de drogas no Brasil, é possível afirmar que esse vem crescendo, principalmente nos últimos anos. Dentre alguns fatores relevantes, destacam-se: a exclusão social, aliado a ela temos o poder de alcance e em consequência desses fatores temos o aumento da criminalidade.

A exclusão social é o ponto de partida desse problema, principalmente entre os jovens. Nesse sentido, vale ressaltar que ela começa dentro de casa, não pelos pais, mas sim por conta dos filhos. Pois, devido ao avanço da tecnologia, esses jovem saem da zona familiar e passam a viver em um mundo "virtual" que as suas prioridades são os amigos do Facebook e Whatsapp, em que eles passam a frequentar ambientes propícios ao consumo de drogas, sejam elas lícitas ou ilícitas, como festas e baladas.

Somado a isso, podemos dizer que o poder de alcance está diretamente ligado a esse fato, pois a compra dessas drogas, hoje se torna fácil, visto que, depósitos de bebidas e alguns supermercados não restringem a venda de bebidas alcoólicas para menores e também aquele amigo que conhece outro amigo, em que esse sabe onde vende maconha, assim tornando jovens e adolescentes cada vez mais dependentes dessas drogas, infelizmente, essa é a nossa realidade nos dias de hoje.

Em decorrência desses aspectos, temos o aumento da criminalidade no Brasil. Pois, quem vai sustentar esse vício? Como o aumento de desemprego está cada vez maior, muitos recorrem ao "mundo" do crime, como é visto nos jornais: roubos,furtos, estupros, sequestros, tráfico de drogas, entre outros, em que a maioria desses atos são praticados pelos jovens,que são considerados dependentes químicos.

Portanto, se o governo com a participação do ministério da educação investisse mais em projetos sociais, como: palestras de conscientização, com o foco nos jovens, mostrando as causas e consequências do vícios de drogas lícitas ou ilícitas e em que elas podem prejudicá-los, assim contribuiriam para um desenvolvimento social e econômico. Os pais, por sua vez, devem participar mais da vida dos filhos e incentivando-os cada vez mais aos estudos, assim cooperando para um futuro promissor.

projetoredacao.com.br