sábado, 25 de agosto de 2018

Em Itaporanga, 'Operação Cronos' prende suspeitos de homicídios na Paraíba

(Foto: Walla Santos)
Pelo menos quatro pessoas foram presas por assassinatos cometidos no território paraibano, durante a 'Operação Cronos', nesta sexta-feira (24). A ação faz parte de um trabalho integrado do Ministério da Segurança Pública que já prendeu mais de 600 pessoas em 16 estados até as 11:00h.

De acordo com o delegado Isaías Gualberto, da Polícia Civil da Paraíba, oito suspeitos de homicídios foram presos nas ações dos policiais paraibanos, em cumprimento a mandados de prisões preventivas expedidos na Paraíba.

Três foram presos em João Pessoa, um em Itaporanga, no Sertão do estado, e quatro suspeitos foram presos em Natal, no Rio Grande do Norte, em ação da polícia da Paraíba em conjunto com a potiguar, em decorrência de mandados expedidos pela Justiça em Piancó, no Sertão paraibano.

Operação Cronos em 16 estados
Quase 5 mil policiais civis foram às ruas nesta manhã de sexta-feira. Até o fim do dia, a expectativa é que esse número passe de 1 mil presos. A Operação surgiu após uma reunião do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil, em julho deste ano.

Parte das investigações que levaram aos mandados de prisão contou com apoio do Banco de Perfil Genético, que cadastra o DNA de autores de crimes sexuais e confronta com o material genético encontrado nas vítimas. Segundo o ministério, o banco deve ser ampliado e deverá contar com 130 mil perfis cadastrados até o fim do ano que vem.

G1 PB