sábado, 7 de julho de 2018

Seleção Brasileira encerra a participação na Copa do Mundo


(Créditos: Lucas Figueiredo/CBF)
Está encerrada a participação da Seleção Brasileira na Copa do Mundo FIFA 2018. Nesta sexta-feira (6), o Brasil foi superado pela Bélgica pelo placar de 2 a 1 na Arena Kazan, na cidade de Kazan, na Rússia, pelas Quartas de Final da competição. 

Aos sete minutos de bola rolando, Neymar cobrou escanteio, Miranda desviou e Thiago Silva tocou com a coxa. A bola bateu na trave e saiu. Cinco minutos depois, Kompany desviou após cobrança de escanteio, a bola resvalou em Fernandinho e tirou as chances de Alisson. O Brasil não se abateu. Aos 18, Coutinho recebeu na intermediária, carregou a bola e bateu firme. O goleiro Courtois apareceu para fazer a primeira grande defesa da partida. Com 30 minutos no cronômetro, Lukaku partiu em velocidade e rolou para De Bruyne. O atacante bateu forte e ampliou para a Bélgica. Cinco minutos depois, Marcelo cruzou na área e Gabriel Jesus quase descontou com cabeceio que passou muito perto do gol. No minuto seguinte, mais um lance envolvendo Coutinho e Courtois. O camisa 11 arriscou de longe e o arqueiro fez mais uma grande intervenção. A Canarinho encerrou o primeiro tempo com mais posse de bole (55% a 45%) e mais finalizações (10 a 7). 

Na etapa final, aos cinco minutos, Marcelo driblou o marcador, foi ao fundo e cruzou para a área. Firmino entrou de carrinho e quase marcou. Três minutos depois, Paulinho arriscou e Courtois fez a defesa. Aos 30, Coutinho lançou e Renato Augusto marcou de cabeça. Neymar fez boa jogada e passou para Firmino. O atacante chutou e tirou tinta do travessão. Na marca dos 34, Renato Augusto recebeu de Coutinho e bateu para fora. Quatro minutos mais tarde, Neymar tirou dois marcadores e rolou para Coutinho. O camisa 11 não acertou em cheio na bola, mandando para fora. Já nos instantes finais, aos 48, Douglas Costa fez boa jogada pela direita e passou para Neymar. O camisa 10 bateu no alto e Courtois fez mais uma grande defesa. 

Brasil: Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Fernandinho, Paulinho (Renato Augusto), Coutinho, Willian (Roberto Firmino) e Neymar; Gabriel Jesus (Douglas Costa).

oblogdepianco.com.br com CBF