terça-feira, 3 de julho de 2018

Neymar é ‘vergonha para o futebol’, diz jornal americano

Após mais uma vitória da seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia, nesta segunda-feira (02), a imprensa internacional voltou a reclamar do que considera simulações de Neymar em suas quedas. Um lance em particular foi muito criticado: a reação do brasileiro ao pisão dado pelo mexicano Miguel Layun em seu tornozelo.

Um articulista de um jornal americano escreveu que o camisa 10 é “uma vergonha para o futebol”, um ex-jogador inglês deu a entender que a cena do atacante se contorcendo de dor foi “patética” e até um político britânico palpitou, chamando Neymar de palhaço. Sobre o ato desleal de Layun, poucas menções.

Em um artigo intitulado “Por todo seu talento, Neymar é uma vergonha para o futebol”, o jornal americano USA Today ressaltou as habilidades do jogador, mas o condenou por suas atitudes em campo. “Podemos terminar toda afirmação sobre o superstar brasileiro com um gigante ‘MAS'”, escreve o jornalista Martin Rogers.

“Ele é extremamente talentoso no futebol e, se atingir sua melhor forma nas próximas semanas, será bom o bastante para levar o Brasil ao sexto título da Copa do Mundo. MAS …”, assinala o artigo. “Ele é um mago com a bola a seus pés e suas corridas em defesa são dignas de um carretel de destaque. MAS …”, continua.

“Ele é apenas um falso, um simulador, um ator de teatro ou qualquer outra palavra que o futebol usa para encobrir o fato de que alguém está tentando trapacear e descaradamente convencer o árbitro a punir um oponente”, escreveu o jornalista por fim.

Em outros artigos durante o Mundial, Rogers já afirmou que a Copa “provou” que Cristiano Ronaldo é melhor que Messi e que o VAR – o assistente de vídeo – é uma “piada” que piora o jogo.

Esta não é a primeira crítica recebida por Neymar por suas constantes quedas e lamentações em campo. Nas últimas semanas, o craque virou protagonista de diversos memes nas redes sociais em que é satirizado por seu comportamento. Talvez por causa disso, o camisa 10 caiu e reclamou menos nas últimas duas partidas da seleção, contra Sérvia e México.

InglesesO ex-jogador de futebol inglês Alan Shearer também criticou o camisa 10 da seleção brasileira nesta segunda. Para a emissora BBC, ele afirmou que o comportamento do jogador foi “absolutamente patético”.

Já o político conservador britânico Johnny Mercer, que serviu no Exército por dois anos entre 2003 e 2005, publicou um tuíte dizendo que “já viu pessoas que levaram um tiro reagirem melhor do que esse palhaço”. Mercer se referia ao lance do jogo contra o México desta segunda, em que Neymar gritou de dor depois que Layun pisou em seu tornozelo na lateral do campo. “Que talento, que desperdício”, completou.