domingo, 24 de junho de 2018

Senadores e deputados paraibanos acumulam gastos de R$ 18,1 milhões em quatro anos; Confira

(Imagem ilustrativa de Internet/Reprodução)
Levantamento realizado pelo Ranking dos Políticos apontou que os deputados federais e senadores paraibanos gastaram, nos últimos quatro anos de mandato, um total de R$ 18.111.50,07 com a cota parlamentar e a verba indenizatória. Esse foi apenas um dos pontos observados na análise da atuação parlamentar de todos os deputados e senadores brasileiros e disponibilizados na internet. A avaliação leva em conta principalmente a contribuição de cada político para o combate à corrupção, aos privilégios e ao desperdício de recursos públicos.

Entre os 15 parlamentares paraibanos, o que mais gastou nos últimos quatro anos foi o deputado Wellington Roberto com R$ 1.775.350,66. O senador José Maranhão foi que menos gastou, um total de R$ 745.526,91. O deputado Marcondes Gadelha teve um gasto de apenas R$ 779,23 por ter assumido o mandato apenas este ano, depois da morte do deputado Rômulo Gouveia.

Nessa relação, o deputado tucano Pedro Cunha Lima aparece com avaliação mais positiva entre os congressistas paraibanos, em primeiro lugar com 527 pontos. Na última posição está o petista Luiz Couto com 229 pontos negativos. Para essa avaliação, um dos itens que mais pesa é a qualidade legislativa que avalia as votações das leis mais relevantes do Congresso voltadas ao combate à corrupção e aos privilégios. Nesse aspecto, tucano e petista se distanciam na votação de temas como o impeachment de Dilma e a cobrança de curso de pós-graduação em universidades públicas.

Com base nas análises, o ranking continua com Benjamin Maranhão (MDB) na segunda posição, seguido por Efraim Filho (DEM), José Maranhão (MDB), Wilson Filho (PTB), Raimundo Lira (PSD), Aguinaldo Ribeiro (Progressistas), Cássio Cunha Lima (PSDB), André Amaral (Pros), Hugo Mota (PRB), Veneziano Vital do Rêgo (PSB), Wellington Roberto (PR), Marcondes Gadelha (PSC) e Damião Feliciano (PDT).

Pontos
O conselho do Ranking dos Políticos, composto de profissionais com formação em áreas como economia, engenharia e administração, avalia cinco pontos dentro da atuação parlamentar como a presença nas sessões, os privilégios, processos judiciais, qualidade legislativa e outros.

Na avaliação, sobre a presença nas sessões é comparado o percentual de faltas do parlamentar com a média de faltas dos demais políticos. A cada 10% a mais de faltas que a pessoa tiver, perde-se dez pontos. A cada 10% de faltas a menos que o parlamentar tiver, ganha-se dez pontos. Para a pontuação referente a algum ano específico, a nota é anualizada.

No ponto privilégios, o conselho compara o valor gasto pelo político, no período total do mandato, com a média de gastos dos demais parlamentares no mesmo período. A cada 10% de gastos acima da média perde-se dez pontos. A cada 10% de gastos abaixo da média dos parlamentares ganha-se dez pontos.

Os processos judiciais também são avaliados. Para cada processo o político perde 10 pontos. Cada acusação grave (formação de quadrilha, corrupção, crime violento, etc) perde mais 10 pontos. Processos com condenação pesam em triplo. Os processos e justificativas apresentadas pelos parlamentares são analisados em parceria com o escritório Braga Nascimento e Zilio Advogados Associados.

A formação universitária dos políticos também é levada em consideração, assim como as filiações partidárias (políticos que tenham permanecido sempre no mesmo partido ganham dez pontos. A partir de dois partidos, a cada mudança eles perdem dez pontos).

Gastos

Wellington Roberto – R$ 1.775.350,66

Wilson Filho – R$ 1.705.244,24

Efraim Filho – R$ 1.641.126,59

Benjamin Maranhão – R$ 1.614.206,59

Veneziano Vital do Rêgo – R$ 1.600.540,96

Aguinaldo Ribeiro – R$ 1.587.731,83

Hugo Motta – R$ 1.486.795,56

Damião Feliciano – R$ 1.276.776,35

Cássio Cunha Lima – R$ 1.137.017,76

Pedro Cunha Lima - R$ 861.610,89

André Amaral – R$ 827.198,61

José Maranhão – R$ 745.526,91

Marcondes Gadelha – R$ 779,23

Raimundo Lira – R$ 664.167,76

Luiz Couto – R$ 1.187.426,13


oblogdepianco.com.br com PortalCorreio