terça-feira, 19 de junho de 2018

“Educação para Ricardo nunca foi prioridade”, diz Tovar sobre crise na UEPB e escolas fechadas

Para o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB), a portaria 0667/2018 publicada ontem pelo reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Rangel Júnior, anunciando o adiamento do início do semestre por falta de recursos; juntamente com a paralisação das obras de reforma em escolas estaduais, mostram o preocupante quadro de abandono que se encontra a educação na Paraíba.

“O governador Ricardo Coutinho realmente já incorporou o fim de governo e abandonou a Paraíba. A forma como ele vem perseguindo a UEPB, praticamente forçando o seu fechamento e as escolas estaduais sem aulas, demonstram a situação difícil que está a educação na Paraíba. É preciso que o Governo do Estado tenha responsabilidade com esses alunos que estão prejudicados com a falta de aulas”, destacou o deputado.

O deputado cobrou providências por parte do Governo do Estado para que os mais de 1.200 alunos das escolas estaduais Solon de Lucena e Everaldo Agra, em Campina Grande, não fiquem se aulas por conta de uma reforma que se iniciou e não tem prazo para encerrar. “Nós já estamos em junho e até agora eles frequentaram a escola apenas por três dias”, denunciou.

Tovar lembrou ainda do caso da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) que passa por sérias dificuldades para manter suas atividades. Nesta terça-feira, o reitor Rangel Junior chegou a publicar uma portaria com medidas para evitar uma situação mais drástica. As constantes quedas nos repasses pelo Governo do Estado estão prejudicando a instituição.

“O reitor teve que adiar o início do próximo período para conter despesas. O governador Ricardo Coutinho, desde o início do governo, vem dando exemplos de que não se importa com a educação. Depois de fechar mais de 200 escolas, tenta agora acabar com a UEPB e isso os paraibanos não irão permitir”, disse Tovar.

oblogdepianco.com.br com Assessoria de Imprensa