quarta-feira, 13 de junho de 2018

ATO FALHO - Governador torna sem efeito Exoneração de funcionários em órgão do Estado em Piancó

(Click na imagem para ampliar e visualizar melhor)
Não é a primeira vez que o governador Ricardo Vieira Coutinho (PSB) volta atrás nas suas decisões com relação a exoneração e indicação de funcionários para órgãos públicos do Estado com sede na cidade de Piancó. Dessa vez o governador Exonerou e Revogou um Ato Administrativo, em menos de vinte e quatro horas. 


Entenda
No último dia 11 de junho, através de Ato Governamental, Ricardo exonerou dois funcionários da 7ª Gerência Regional de Saúde, com sede em Piancó, e em menos de 24 horas revogou tal decisão, ambas publicadas no Diário Oficial do Estado. Em substituição aos exonerados, havia sido indicado dois outros nomes, sendo que um era ex-funcionário da prefeitura de Piancó, e pelo que é sabido por todos, não apoia ou apoiava até então, o pré-candidato João Azevedo. Não se sabe, publicamente, quem fez o governador cometer esse ato impensado. O que se tem certeza, agora, é que o bloco de sustentação ao governador, na cidade de Piancó, não tem um comando, e existe claramente, uma disputa interna pelos cargos do Estado, no âmbito do Município de Piancó.

Vai e volta
O governador Coutinho, em 2016, exonerou o então prefeito de Piancó, Sales Lima (DEM), de um cargo que ele ocupa no Estado há mais de vinte anos. Com essa decisão o governador quase cassou a candidatura do prefeito à reeleição. Em pouco mais de 24 horas, o governador revogou o Ato.

oblogdepianco.com.br