terça-feira, 8 de maio de 2018

Ex-policial preso, suspeito de mandar matar ex-mulher e companheiro, jura inocência

O ex-policial militar, Arcádio Queiroz de Medeiros, conhecido por Kada, que está sendo suspeito de ser o mandante do duplo homicídio que vitimou o casal, Guilherme Alves do Nascimento, 52 anos, e Tayza Kelly Lopes de Morais (27), fato ocorrido no dia 07 de janeiro de 2018 na BR 230, entre as cidades de Santa Luzia e São Mamede, jura inocência.

Kada foi preso na manhã desta terça-feira, 08 de maio, em uma ação conjunto entre as polícias civil de Patos e Santa Luzia, que deram cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão, e um de prisão.

Ele foi preso em São José de Espinharas, quando transitiva pelas ruas da cidade. Após ser detido, o ex-policial ainda foi levado a sua residência para que fosse cumprido também o mandado de busca. Em seguida o suspeito foi levado para sede da polícia civil de Patos para os procedimentos de praxe.

Em contato com a imprensa patoense Arcádio se disse inocente, que vai provar que não tem participação no crime, e pediu a seus conterrâneos que tenham paciência, pois conseguirá provar que não é o mandante do duplo assassinato.

oblogdepianco.com.br com Patosonline.com