quarta-feira, 7 de março de 2018

Saúde atualiza edital para informatização das unidades básicas do SUS

´(Reprodução)
O Ministério da Saúde lançou uma nova versão do edital de contratação de serviços para informatizar as Unidades Básicas de Saúde de todo o país. As mudanças feitas facilitam o processo de credenciamento das empresas que desejam fornecer estrutura e soluções para implantação do Prontuário Eletrônico nos municípios. A atualização das exigências técnicas visa ampliar a adesão das empresas interessadas no projeto, garantindo os padrões de qualidade na prestação de serviços. 

O projeto vai credenciar empresas das cinco regiões do Brasil para oferecer suporte de informática, como conectividade, equipamentos e treinamento de pessoal. A meta é que todas as Unidades Básicas de Saúde, porta de entrada do SUS e mais próximas da população, estejam informatizadas até o fim de 2018. A informatização da Atenção Básica deve facilitar o acesso aos dados do cidadão e qualificar a assistência a cada cidadão brasileiro.

Com a iniciativa, os dados de atendimento do paciente, como prescrição de medicamentos, exames e consultas ficarão registrados nacionalmente e poderão ser consultados em qualquer Unidade Básica de Saúde do país. A adesão ao sistema eletrônico traz benefícios na qualificação do atendimento, evitando repetição de exames e encaminhamentos desnecessários, além do maior controle do gasto público. Estudo do Banco Mundial estima economia de R$ 22 bilhões por ano com a maior eficiência neste atendimento.

O projeto contará com investimento inicial do Ministério da Saúde de R$ 1,5 bilhão por ano e chegará a R$ 3,4 bilhões por ano em 2019. Atualmente, 59% das Unidades Básicas de Saúde não utilizam prontuário eletrônico, equivalente a 24,4 mil serviços. No país, 43 milhões de brasileiros têm seus dados registrados digitalmente por meio de Prontuário Eletrônico do Cidadão. Pelo projeto, todas as unidades poderão ser contempladas, inclusive com apoio de custeio para a manutenção dos serviços digitais já oferecidos.

O edital para credenciamento está disponível no Portal do Ministério da Saúde (www.saude.gov.br). Todas as empresas interessadas, independente do porte, podem participar. Elas devem se credenciar informando as características e funcionalidades de suas soluções e municípios em que pretendem atuar, permitindo que empresas com atuação regional também sejam contempladas.

As empresas credenciadas deverão fornecer toda a informatização das unidades, desde equipamentos, dispositivos, sistemas de prontuário eletrônico e conectividade até os serviços necessários de implantação, treinamento, suporte e manutenção.

oblogdepianco.com.br com Agência Saúde