sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

RC rebate críticas e desafia bispo de CG a mostrar indicadores ruins de segurança

O governador Ricardo Coutinho (PSB), rebateu nesta quinta-feira (15), durante abertura do ano legislativo da Assembleia Legislativo, as críticas feitas pelo bispo de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes de Matos, à violência na cidade.

O governador disse que todos os indicadores de segurança no estado apontam uma melhoria em todos os sentidos e desafiou alguém que mostre o contrário.

“Nenhum governo tem a performance na segurança pública que a Paraíba teve ao longo desses sete anos de gestão que estou à frente. Desafio a qualquer um a demonstrar não com palavras, mas com dados. Eu trato de política pública, não trato de eventos isolados. A segurança é algo, para alguns que não entendem, que não passa apenas pelo Estado. A saúde e a educação dependem só do Estado para melhorar ou piorar, mas a violência não depende do Estado. Ela é gerada fora do Estado. Não há como evitar alguém que que explodir um banco. Agora, tem como repelir, prender e combater e as Polícias Civil e Militar da Paraíba têm feito um trabalho que precisa ser reconhecido pela população”, declarou.

Na última terça-feira, disse, durante entrevista à TV Borborema no encerramento da 21ª edição do Crescer – o Encontro da Família Católica, Dom Dulcênio pediu que Ricardo Coutinho olhe mais para Campina Grande e disse já ter experimentado a violência na cidade que está ao ‘deus dará’, abandonada pelas autoridades competentes, mas principalmente, pelo governador.

oblogdepianco.com.br com fonte de Tá na Área