quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Prefeito da cidade de Soledade (PB) poderá presidir a Ubam

O prefeito do município de Soledade, Geraldo Moura, poderá presidir a União Brasileira de Municípios (Ubam), que mantém importantes ações em prol das cidades da Paraíba e de todo país, desde 2005, quando foi constituída.

O convite foi feito pelo presidente atual da entidade, Leo Santana, que deixará a Ubam para tentar chegar a uma das 12 cadeiras da bancada federal da Paraíba, pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), a convite do senador José Targino Maranhão, que abonou sua ficha de filiação à agremiação, em evento na Sede do Partido e João Pessoa, considerando que o dirigente municipalista possui capacidade para contribuir efetivamente no processo eleitoral de 2018.

Leo Santana garantiu que a Ubam crescerá muito tendo a frente um prefeito como Geraldo Moura, que tem proporcionado ao município de Soledade um novo momento para sua história, mantendo uma máquina administrativa enxuta e vencendo os reflexos nocivos da maior crise financeira que os municípios já enfrentaram nos últimos 30 anos, desde a promulgação da constituinte em 1988, quando os municípios passaram à condição de “entes federados”.

Ele destacou as ações da Ubam, ao longo desses anos que, mesmo com os ventos contrários, conseguiu formar consórcios, elaborar projetos e apresentar no congresso nacional diversas propostas que visaram salvar as prefeituras dos caos econômico e financeiro. Apresentou a PEC 19/2011 que cria a Zona Franca do Semi-Árido Nordestino, com pólos industriais em Soledade e Cajazeiras, projeto que já foi aprovado pela CCJ da Câmara dos Deputados, lutou pelo Orçamento Impositivo, pela AFM (Ajuda Financeira aos Municípios), pela destinação dos Royalties do Pré-Sal, liberação dos 2 bilhões de reais para socorrer as cidades, reformulação do pacto federativo, o qual ele chamou de “injusto e caduco”, extinção dos coeficientes 0.6 e 08 do Fundo de Participação dos Municípios e destinação para os municípios de todos os recursos repatriados pelas operações da Polícia Federal contra a corrupção na Petrobrás, BNDES, Fundo de Pensão e Lava Jato.

Geraldo Moura é natural de Soledade, tem 55 anos, foi eleito prefeito com 4.096 votos, pelo Partido Progressista (PP), empresário de sucesso, dono da Gráfica Moura Ramos. Geraldo recebeu a prefeitura com muitas dificuldades e não economizou esforços para tornar a cidade mais importante no cenário estadual, com um dos Institutos de Previdência com melhor capacidade financeira no ranking do Estado, com saldo positivo de 17 milhões de reais, além disso, o prefeito de Soledade já iniciou sua gestão com a reforma de creches e aparelhamento das escolas municipais, sendo exemplo de execução orçamentária, segundo dados do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba.

oblogdepianco.com.br com Ascom/Ubam