segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Após fechar escolas, delegacias e coletorias governador fecha postos de Defesa Agropecuária do Estado


Depois de fechar mais de 220 escolas, vários postos fiscais de fronteira, delegacias de polícia, e os postos da Operação Manzuá, o governador Ricardo Coutinho decidiu fechar também os postos de Defesa Agropecuária do Estado. Com isso, os produtos de origem animal não terão mais fiscalização nas fronteiras da Paraíba com Estados vizinhos.

Nas últimas horas, os servidores dos postos foram, inclusive, convocados pelo Governo para os procedimentos de processo de relocação em outras repartições do Estado mais próximas de seu local de trabalho de origem.

A desativação dos postos deixa as fronteiras do Estado para livre circulação de produtos de origem animal, e todos os riscos que podem advir da circulação de mercadorias eventualmente contaminadas.