segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Sem chuvas, prefeitos do Sertão encontram dificuldades e decretam Calamidade Pública

(Piancó-PB)
Quase 20% dos prefeitos que assumiram o cargo em 1º de janeiro desse ano, estão governando os municípios em situação de emergência ou estado de calamidade pública. Levantamento aponta que 197 cidades na PB têm decretos reconhecidos pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil com validade até 2017. 

Os decretos de anormalidade têm validade de 90 ou 180 dias. Com eles, prefeitos reduzem burocracia e têm direito a verbas federais exclusivas para ações de resposta ao desastre – seja ele qual for.

Na Paraíba, mais da metade dos municípios do estado – 197 dos 223 – estão em situação de emergência. Dos 123 açudes monitorados pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), 20 estão com menos de 10% da capacidade, 30 estão com menos de 5% e 24, completamente secos.

A falta de chuva está associada a um bloqueio atmosférico de uma grande massa de ar no Sertão.