sábado, 8 de abril de 2017

Em Aguiar, mulher é morta a tiros na frente dos filhos



Reprodução mediante Autorização da Fonte

(Imagem meramente ilustrativa)
Para o delegado Rodrigo Pinheiro, o crime brutal, ocorrido na noite da última quinta-feira, 6, está elucidado, mas o acusado, Gerado Maria de Sousa, conhecido como Dado, de 28 anos, continua foragido. No entanto, o delegado já pediu à Justiça sua prisão preventiva.

Conforme Rodrigo, foi Dado quem executou a tiros a ex-companheira, no interior da residência da mulher, no sítio Riacho Verde, município de Aguiar. Segundo informações policiais, os dois conviveram durante um ano, mas ela resolveu terminar o relacionamento, porque ele era violento e constantemente a agredia.


A vítima, Maria Aparecida Brasileiro, de 21 anos, estava em casa, ao lado dos filhos, duas crianças com idades de 3 e 5 anos, e de uma irmã com problemas mentais, quando o ex-companheiro invadiu a residência e atirou cinco vezes contra a mulher, que teve morte imediata, fugindo em seguida.

Ele, que reside no sítio Lancha, não aceitou o fim do relacionamento e cumpriu as ameaças. As duas crianças, que estão em estado de choque e agora sem mãe, são de um relacionamento anterior da vítima, cujo corpo foi encaminhado para Patos e já liberado para o sepultamento.

 

Reprodução: OBlogdePianco.com.br