terça-feira, 20 de março de 2018

Governador critica oposição que torce pela cassação do seu mandato no TSE

O governador Ricardo Coutinho (PSB) falou à imprensa sobre o processo que pede a cassação do seu mandato, bem como da vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), em ação impetrada no Tribunal Superior Eleitoral pela coligação A Vontade do Povo, encabeçada pelo PSDB.

Para ele, a oposição ainda não se conformou com o resultado das eleições de 2014 e ao mesmo tempo não respeita a população.

“Eles querem tornar ingovernável o estado que conseguiu escapar da crise, um estado que olha pra frente, que lembra da ciência, da tecnologia e inovação, que lembra das obras e vai inaugurar o maior hospital da Paraíba, um estado que acabou com o isolamento asfáltico e que daqui a três anos terá segurança hídrica em todas as regiões. Ou seja, o que vale na política é isso. Eu respeito a vontade expressa da maioria do nosso povo”, destacou.

O governador disse ainda que encara todos esses movimentos da oposição como uma coisa que sempre disse: “Cada um dá aquilo que tem. Tem gente que não tem nada a dar e só pode dar o que seja desagregador para as pessoas, o que seja pior para o estado que eles dizem representar”, completou.

O julgamento da ação era para ter ocorrido na última terça-feira (13), mas devido à ausência do ministro Roberto Barroso, foi retirado de pauta. O TSE ainda não remarcou a nova data do julgamento.

Vale salientar que Ricardo Coutinho é acusado de conceder benefícios fiscais durante período vedado nas eleições, e o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba arquivou por unanimidade a ação.


oblogdepianco.com.br com fonte do Paraibaonline