quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Prefeito de Patos exonera quase 500 cargos comissionados e centenas de contratados

    De forma inesperada e sem nenhuma comunicação prévia, o prefeito Dinaldinho Wanderley (PSDB) utilizou o Diário Oficial para tornar público o decreto número 44, retroativo a 29 de dezembro de 2017, neste, o gestor exonera quase 500 cargos comissionados da Prefeitura Municipal de Patos, além de centenas de contratados por excepcional interesse público.

    A ação do prefeito está gerando discussões das mais diversas, pois, mais uma vez, Dinaldinho exonera cargos de confiança sem ao menos uma conversa com estes. O decreto é explícito e veio à tona na noite desta quarta-feira, dia 03, porém, logo se espalhou pelas redes sociais trazendo questionamentos dos mais diversos em pleno início de 2018.

    No artigo 1º, o decreto relata: “Ficam exonerados, a partir de 31/12/2017, todos os ocupantes dos cargos de provimento em comissão e funções de confiança, com exceção dos cargos que compõem o Setor de Licitação na Secretaria de Administração, Tesoureiro, Secretários Municipais, Secretários Adjuntos, Secretários Executivos, Superintendente e Superintendente Adjunto do PatosPREV”.

    No artigo 2º, o decreto segue com o seguinte conteúdo: “Ficam rescindidos, a partir de 31/12/2017, todos os contratos de pessoal por excepcional interesse público no âmbito de todas as Secretarias Municipais, excetuando-se os contratos advindos do Processo Seletivo Público Nº 001/2017.

    A reportagem do Patosonline.com tentou contato com o gestor para buscar informações sobre o que teria levado o prefeito a tal medida. As tentativas se mostraram frustradas.


    Com Patosoline