quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Pedro descarta ser vice na chapa oposicionista em 2018; Quer disputar reeleição

Ao iniciar o último ano de seu primeiro mandato, o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB), negou mais uma vez que deva se candidatar a vice-governador do Estado em 2018 na chapa oposicionista.

Em entrevista a Rádio Campina FM, Pedro, que é filho do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), garantiu que no momento está centrado no mandato de deputado, e que o futuro político ainda é incerto.

– Eu não vejo essa possibilidade de ser candidato a vice. Estou trabalhando para estar em dia com as pessoas, com quem está analisando e vigiando quem está na política – disse.

Ele ressaltou que sua pretensão é ocupar novamente uma cadeira na Câmara dos Deputados, porém, não teria dificuldade em abrir mão da posição, para dar espaços a outros nomes, dependendo da conjuntura para as eleições do ano que vem.

– Ninguém é candidato de si mesmo. É candidato pensando em um grupo, com um sentimento, uma causa. O mandato não pode ser confidenciado apenas a uma só pessoa. É preciso ver a conjuntura do grupo e eu não teria problema de abrir mão da candidatura se fosse para dar chances ao grupo – disse.

Pedro ainda comentou sobre os possíveis nomes a serem candidatos ao governo do Estado em 2018, pela oposição, e avaliou o nome de Romero, como um dos melhores, e por ser partidário dele.

– Chegou o momento de realmente dessa mudança acontecer. De Ter nesse momento, o nome de Romero, que tem essa seriedade na vida pública, tem uma gestão que inova. Isso é algo com que precisamos vibrar entre outros nomes, como Maranhão, o prefeito Luciano. Mas falo com mais ênfase de Romero por ser do PSDB, por isso o defendo com mais maturidade.

Com PB Agora