segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Família melhora qualidade de vida produzindo hortaliças em um hectare de terra

Uma família residente no Sítio Açude Novo, no município de Malta, no Sertão da Paraíba, mudou sua vida com o cultivo de hortaliça agroecológica num hectare de terra destinada à comercialização junto ao Programa Nacional de Alimentar Escolar (PNAE), em feiras livres, restaurantes e mercadinhos.

Seguindo a orientação técnica da Emater, empresa integrante da Gestão Unificada, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, o agricultor familiar José dos Santos há dois anos descobriu que essa atividade era uma oportunidade para melhorar a renda familiar.

Há dois anos o agricultor cultiva hortaliça agroecológica (alface, cebolinha, agrião, pimentão e couve-flor), que vem tendo boa aceitação. Também trabalha com fruteiras e a criação de galinhas de capoeira e no mesmo espaço cria vacas para a produção de leite, que transforma em queijo artesanal.

Quando percebeu que o projeto poderia crescer, o filho do agricultor, Alexandre de Oliveira Santos, que trabalhava numa cerâmica, decidiu se dedicar no trabalho com o pai, ampliando a produção de hortaliças para atender os mercados das cidades de Malta, São José de Espinharas e Vista Serrana.

A equipe técnica da Emater em Malta é composta de Pedro Ferreira Leite, chefe do escritório local, e da assistente social Maria do Carmo Medeiros Santos. O coordenador regional em Patos é Francisco Acácio.

Irrigação
Usando o sistema de irrigação por micro aspersão, utilizando água de um poço artesiano e seguindo orientações técnicas, o agricultor José dos Santos vem obtendo sucesso com sua atividade, mesmo sendo numa pequena área de terra. “Percebemos que a família de agricultores é bem receptiva às orientações técnicas, com o sistema rotativo, por isso vem obtendo sucesso resultados”, comentou a assistente social Maria do Carmo.

Jornal da Paraíba