quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Em Curral Velho, advogado consegue Liminar para prefeito retornar ao cargo

(Reprodução)
O juiz Antônio Eugênio, da 33ª Zona Eleitoral, de Itaporanga (PB), julgou procedente,  no último dia 19, uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME), pedindo a cassação do prefeito de Curral Velho, Joaquim Alves Barbosa Filho (Filhinho/Foto), do PSDB, e do seu vice Manoel Estrela. Além de cassar os mandatos, o juiz também determinou novas eleições na cidade. A AIME foi ajuizada pelo então candidato a prefeito do PR, Taciano Luis Barbosa Diniz da Coligação “Curral Velho merece atenção e respeito”.

VOLTA AO CARGO
(Click na imagem para ampliar)

Neste dia 24 o advogado do prefeito, Dr. Remígio Junior, conseguiu através de Liminar (Ação Cautelar), suspender a Ação de Impugnação. Com essa decisão do TRE-PB (Nº. 06000010-42-2018.6.15.0000) o prefeito retoma o cargo.

O prefeito “Filhinho” disse que seu advogado Junior Remígio, que defende o prefeito,   apresentou  Recurso Ordinário ao TRE, na 33ª Zona de Itaporanga, bem como uma Ação Cautelar com Efeito Suspensivo da decisão de 1º grau, provando com informações do próprio Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) e relatórios emitidos ao Ministério Público, que não houve  gastos conforme foi alegado pela Coligação recorrente. "Estamos de volta", disse o prefeito com a consciência tranquila.