terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Documentário sobre a Coluna Prestes será lançado em João Pessoa

(Reprodução)
Uma das personalidades políticas mais influentes no país durante o século XX, Luiz Carlos Prestes, teve sua trajetória idealizada em um documentário que será lançado nesta quinta-feira (11), às 16h, na Academia Paraibana de Letras (APL), localizada no Centro Histórico de João Pessoa.

A obra faz parte de uma das ação que estão sendo realizadas por uma comissão formada por historiadores, agentes turísticos e jornalistas que tem o objetivo de difundir a Coluna Preste na Paraíba.

De acordo com o articulista do projeto, Salviano Leite (foto), dez cidade paraibanas serão visitadas entre os meses de Março e Julho deste ano. A finalidade é implatar o projeto proposto de sustentabilidade para o Turismo, Cultura e Meio Ambiente.“O projeto vai aproveitar a trilha feita por Prestes e colocar placas em cada município”, explicou.

Salvino ainda destacou que no mês de Março será lançado o selo e um livro do historiador e escritor, Francisco de Assis Melo, sobre Prestes.

Entenda:
A Coluna Prestes foi um movimento político-militar brasileiro existente entre 1925 e 1927 e ligado ao tenentismo de insatisfação com a República Velha, exigência do voto secreto, defesa do ensino público e a obrigatoriedade do ensino primário para toda a população.

O movimento contou com lideranças das mais diversas correntes políticas, mas sua maior parte era composta por capitães e tenentes da classe média, originando-se daí o ideal do "Soldado Cidadão". Deslocou-se pelo interior do país pregando reformas políticas e sociais e combatendo o governo do então presidente Artur Bernardes e, posteriormente, de Washington Luís.

Em sua marcha pelo Brasil, os integrantes da Coluna Prestes denunciavam a pobreza da população e a exploração das camadas mais pobres pelos líderes políticos. Sob o comando principal de Luís Carlos Prestes (chefe de estado-maior), a Coluna Prestes enfrentou as tropas regulares do Exército ao lado de forças policiais de vários estados, além de tropas de jagunços, estimulados por promessas oficiais de anistia.