segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Vacina contra dengue só deve ser aplicada em quem já teve a doença


As pessoas que não tiveram contato com o vírus da dengue devem evitar a vacina Dengvaxia (primeira vacina contra a dengue registrada no Brasil) até que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emita orientação diferente. Esse foi o alerta da diretora-geral da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa-PB), Maria Eunice Kehrle dos Guimarães.

A recomendação, conforme Maria Eunice, tem base em Nota Informativa divulgada pela Anvisa, em seu site oficial, segundo a qual, “neste momento e, até que os dados sejam avaliados, a Anvisa recomenda que a vacina Dengvaxia não seja administrada em indivíduos soronegativos, ou seja, sem exposição prévia ao vírus da dengue”.

Segundo a Nota Informativa comentada pela diretora-geral da Agevisa-PB, a Dengvaxia teve seu registro concedido pela Anvisa no dia 28 de dezembro de 2015, sendo a vacina registrada com indicação de prevenção da doença causada pelos sorotipos 1, 2, 3 e 4 do vírus da dengue em indivíduos com 09 a 45 anos de idade que moram em áreas endêmicas. (Portal Correio)