sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Palhaça que atua há 17 anos no Laureano faz aniversário e é um dos 220 voluntários da unidade

Depois de um café reforçado Maria de Lourdes inicia um processo de transformação que começa ainda em casa, no município de Rio Tinto, 61 quilômetros de distância da Capital. A maquiagem especial e marcante é necessária para o cumprimento do seu objetivo principal: proporcionar alegria e solidariedade a centenas de crianças, homens e mulheres que lutam contra o câncer. Lourdinha, como é mais conhecida, é um dos 220 voluntários que atuam no Hospital Napoleão Laureano, e completou nesta quinta-feira (30), 59 anos de vida e 17 de voluntariado.

Com a frase ‘Bom te ver’, ela chama a atenção de quem passa pelo Laureano. Sempre com sorrido no rosto, ela visita as alas da unidade, conversa com os pacientes, faz brincadeiras e contribui com palavras de incentivo e força, para quem enfrenta o tratamento dessa doença, que só no ano de 2017 acometeu 8.250 pessoas na Paraíba, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca). 

O caminho longo até o hospital nunca foi um problema para esse ‘Anjo Bom’. Ela aproveitou o aniversário para agradece a Deus pela vida e por poder ajudar as pessoas. “Agradeço pelo merecimento de poder está na terra ao seu serviço. Que Deus tenha compaixão de mim e possa abençoara minha família, meus filhos. O que importa nessa vida é ver o sorriso sincero em cada criança, em cada homem e mulher que precisam de um pouco de alegria”, comentou.

Lurdinha também participa dos eventos promovidos pela Rede Feminina de Combate ao Câncer, à qual é vinculada, e contribui com a busca de recursos em benefício portadores de câncer. Dentro de uma vida de doação ao próximo, ela também exerce a função de presidente do Conselho Tutelar e da Associação Protetora dos Animais de Rio Tinto.

Voluntariado – Para ela, o voluntariado é uma atividade inerente ao exercício de cidadania que se traduz numa relação solidária com o próximo. “Quero sempre dar atenção, carinho e amor aos pacientes mais necessitados para que eles se sintam ainda mais felizes. Para que eles passem pelo momento difícil com mais serenidade e alegria. Isso ajuda muito na recuperação”, afirmou.

As pessoas interessadas em seguir os passos de Lourdinha e se tornarem voluntárias no Laureano devem entrar em contato com a Rede Feminina de Combate ao Câncer, que coordena as ações no hospital. O telefone de contato é o 3241-5373.

Assessoria