quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Em sessão cheia de surpresas, vereadores revogam lei do Código Tributário da Prefeitura Municipal de Patos

O tão propalado Código Tributário que foi enviado pelo poder executivo e aprovado pela Câmara Municipal de Patos, mesmo quando muitos vereadores relataram que nem haviam lido, porém aprovaram, foi revogado em 1ª votação na noite desta terça-feira, dia 05, após uma sessão cheia de surpresas, pois, ao que parece, o prefeito Dinaldinho Wanderley (PSDB) não tem mais maioria na Casa Juvenal Lúcio de Sousa.

Dentre as dezenas de pontos do Código Tributário estava a polêmica “taxa do lixo”. Nesta terça-feira, através de projeto colocado em votação, tendo como autores os vereadores Lucinha Peixoto (PCdoB), Nadir Rodrigues (PMDB), Ivanes Lacerda (PMDB) e Fatinha Bocão (PMDB), a Câmara Municipal de Patos derrotou, em primeira votação, o código aprovado recentemente.

Foram 9 votos a favor da revogação e 7 contra. Toinho Nascimento (PSDB), Jefferson Melquiades (PRB), Capitão Hugo (PTN), Goia (PV), Ferré Maxixe (DEM), Suélio Caetano (PTN) e Ramon Pantera (PTN) votaram contra a revogação do Código Tributário. Os vereadores Lucinha Peixoto, Nadir Rodrigues, Ivanes Lacerda, Fatinha Bocão, Diogo Medeiros (PSB), Edjane Araújo (PRTB), Gordo da Sucata (PV), Dito (PTN) e Tide Eduardo (PMDB) votaram a favor da revogação.

Com a votação, ficou claro que o prefeito Dinaldinho não tem mais a maioria na Câmara Municipal de Patos. Resta saber o que tem desagradado os vereadores que antes faziam base ao prefeito, no entanto, agora se posicionaram contra o projeto que estava entre os mais importantes da gestão. Desde a disputa para mesa diretora, as surpresas podem acontecer a qualquer sessão. (Patosonline.com)