terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Audiência Pública na ALPB debaterá implantação da Trilha da Coluna Prestes na PB; Chico Jó estará presente

(Chico Jó)
(Deputado Jeová Campos)
Uma Audiência Pública que será realizada nesta terça-feira (12), vai relembrar a importância história da Coluna Prestes e debater a proposta de criar uma Trilha Histórica-Turística-Cultural-Ambiental deste movimento político-militar brasileiro, que existiu entre os anos de 1925 e 1927. 

 A audiência proposta pelo deputado estadual Jeová Campos (PSB), que ouviu os apelos de Chico Jó e outros historiadores do Sertão, e acontecerá a partir das 15:00h, no Auditório João Eudes, na Assembleia Legislativa. A presença do ativista cultural Chico Jó, idealizador do Projeto Turístico da Passagem da Coluna pelo Vale do Piancó, já confirmou presença. Chico é um dos mais interessados em discutir esse tema que há muito precisa ser explorado como meio de subsistência para muitos sertanejos, que poderão ter lucros históricos e financeiro com a exploração do Turismo no Vale do Piancó

O movimento partiu do Município de Santo Ângelo, que hoje abriga o Memorial da Coluna Prestes, e percorreu mais de vinte e cinco mil quilômetros pelo interior do Brasil durante dois anos e meio. Apesar dos esforços, a Coluna Prestes não conseguiu a adesão da população. A longa marcha foi concluída em fevereiro de 1927, na Bolívia, perto da fronteira com o Brasil, sem cumprir seu objetivo: disseminar a revolução no Brasil.
(Imagem de arquivo/oblogdepianco)

Segundo o deputado, entre os dias 5 e 12 de fevereiro de 1926, a Coluna Prestes passou pelo sertão da Paraíba, nos municípios de Uiraúna, Poço Dantas, São João do Rio do Peixe, Vieirópolis, Lastro, Santa Cruz, São Francisco, Pombal, Coremas, Piancó, Santa dos Garrotes, Nova Olinda, Tavares, Princesa Isabel, Santa Terezinha, Catingueira, Patos, Emas e Olho D’Água, percorrendo aproximadamente 330 km do território paraibano.

Na Paraíba a penetração do grupo revolucionário foi pacifica, com exceção de sua chegada em Piancó, que ocorreu no dia 09 de fevereiro de 1926. “O registro histórico da Coluna Prestes quando da sua passagem pela Paraíba, dada a riqueza natural e cultural dos municípios por onde passou a Coluna, pode ser explorado turisticamente a partir da criação, no alto sertão paraibano, de uma a Trilha histórico-cultural-turística-ambiental. Trata-se de um projeto pensado na história e projetado para o futuro, que servirá como instrumento de formação ética e intelectual das novas gerações”, argumenta Jeová.

Com OBlogdePianco