quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Piancó pode ter água nas torneiras a partir de terça-feira (27)

O abastecimento da cidade de Piancó com águas do açude de Coremas, no Sertão paraibano, está suspenso pela falta de chuvas e consequentemente da água no manancial. A Agência Nacional de Águas (ANA) é a responsável pelo controle de água no País. Na Paraíba a Cagepa é a empresa que fornece água a todo o Estado, e Piancó sofre com a falta dágua há mais de 20 (vinte) anos.

Segundo a ANA, quando o uso da água do açude de Coremas para abastecer o Rio Piancó for suspenso, a bacia vai passar a ser abastecida com as águas do açude Mãe D'água, que também fica no Sertão da Paraíba. A exceção vai ser a cidade de Coremas, que continuará a ser abastecida pela açude de Coremas, através de um sistema de captação flutuante que já existem no local. De acordo com a Agência Executiva de Gestão de Águas da Paraíba (Aesa), o açude Coremas está com sua capacidade abaixo da média. Já o açude Mãe D'água está com um volume maior. Juntas as duas barragens beneficiam 112 municípios do Sertão paraibano e do vizinho estado do Rio Grande do Norte.

De onde virá a água para abastecer Piancó
O Açude Cachoeira dos Cegos, em Catingueira - PB; tem capacidade para armazenamento de 71 milhões de metros cúbicos de água. Com a estiagem esse índice baixou, mas mesmo assim ainda tem água suficiente para abastecer a cidade de Catingueira, bem como dividir o líquido com os moradores da cidade de Piancó, que pode vir a ter água já na próxima terça-feira (27). "A água já podia está nas torneiras de Piancó, mas existe muitos barramentos no meio do caminho, e isso dificulta a chegada da água", disse um funcionário da empresa que pediu pra não ser identificado.