terça-feira, 21 de novembro de 2017

Executiva do PMN/PB 'escanteia' presidente municipal do partido em visita de liderança nacional

O braço-direito do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), Zênnedy Bezerra, detonou uma crise interna no partido que preside na Paraíba, o PMN, após deixar de convidar o vereador Dinho, presidente do PMN em João Pessoa, para um encontro da legenda nesse final de semana com a presença do presidente nacional do partido, Antonio Carlos Bosco Massarollo. Dinho culpa a Executiva Estadual pelo “esquecimento” e diz que ficou sabendo do evento pela imprensa. Já o prefeito Luciano Cartaxo participou da reunião do partido.

“Na verdade eu não estive presente no evento, eu não soube, não me informaram, soube através da imprensa”, lastimou-se o vereador, que não tem notícia de que tenha sido destituído do comando do partido na Capital. “Eu acredito que ainda permaneço, eu não tenho conhecimento se houve alteração, até porque o próprio presidente Zênnedy não me informou nada. Na verdade eu não tive presente no evento porque não fui convidado”, justificou .

Dinho se elegeu pelo PMN e integra a base do prefeito Luciano Cartaxo. Segundo o parlamentar, o motivo pelo qual ele nem o vereador Thiago Lucena não foram convidados para o encontro somente a Executiva Estadual pode responder.

Click PB