quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Em Nova Olinda mais um jovem tira a própria vida

Já era quase noite desta quarta-feira (18), quando a cidade de Nova Olinda, por volta das 18:00h; no Vale do Piancó, entrou em ebulição diante de uma notícia que, por ser a cidade de pouca população, espalhou-se por todos os recantos. A notícia dava conta do falecimento por enforcamento do funcionário público municipal, Danilo Ramalho de Sousa Luiz, de 27 anos de idade. Danilo era casado e tinha um filho, mas quem encontrou seu corpo já sem vida, foi seu pai quando adentrou em sua residência, como de costume, e deparou-se com aquela cena chocante. Filho de um comerciante bastante conhecido na cidade, Danilo também tinha muitos amigos.

O corpo foi enviado ao IML de Patos para exames necrológicos. O seputlamento será informado pelos familiares, hora e local, assim que o corpo chegar a cidade. Nova Olinda chora mais uma vez a perda de um filho, causada pelo ato do enforcamento.

Setembro Amarelo foi uma campanha que alertou sobre a prevenção ao Suicídio
Assunto complexo, o suicídio, que espelha fatores biológicos, genéticos, psicológicos, sociais e também culturais, tem sido desvendado, nos últimos quatro anos, pela campanha Setembro Amarelo. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que ocorram, no Brasil, 12 mil suicídios por ano. No mundo, são mais de 800 mil ocorrências, isto é, uma morte por suicídio a cada 40 segundos, conforme o primeiro relatório mundial sobre o tema, divulgado pela OMS, em 2014.