terça-feira, 26 de setembro de 2017

STF julga pedido da PGR para prender o senador tucano Aécio Neves

(Sérgio Lima/Poder360)
A 1ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) julga nesta 3ª feira (26.set.2017), às 14h, recurso em que a PGR (Procuradoria Geral da República) pede a prisão preventiva do senador e cacique tucano Aécio Neves (MG).

Aécio é suspeito de ter recebido R$ 2 milhões em propina da JBS. Ele foi gravadopedindo os recursos ao empresário Joesley Batista. O político nega a acusação.

O relator do caso é o ministro Marco Aurélio Mello. Em junho, ele negou o pedido de prisão feito pela Procuradoria. Foi quando a PGR recorreu. Leia a íntegra do pedido do então procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

O senador chegou a ser afastado de seu mandato em 18 de maio, por determinação do ministro do STF Edson Fachin. Depois, em 30 de junho, Marco Aurélio Mello permitiu a volta de Aécio ao Senado.

O tucano ainda enfrenta uma denúncia por obstrução de Justiça e corrupção passiva (leia a íntegra). As acusações têm como base a delação premiada da JBS. A colaboração deu origem à operação Patmos, deflagrada em 18 de maio.

Apenas depois que os recursos, como o da PGR, estiverem todos julgados é que será avaliado o recebimento da denúncia. Marco Aurélio Mello já explicou que só notificará a defesa após essa etapa ser vencida.

poder360.com.br