terça-feira, 29 de agosto de 2017

PSDB da Paraíba acionará Justiça com acusações de campanha eleitoral antecipada

    O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) disse nesta segunda-feira (28) que o seu partido vai acionar a Justiça Eleitoral contra o governo estadual com acusações de uso da máquina pública para promoção de campanha eleitoral antecipada. Para o tucano, a pré-candidatura do secretário de Estado de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia, João Azevedo, está sendo beneficiada pela estrutura do Estado, além de ocorrer de forma extemporânea.

    “O PSDB está tomando providências, junto a outros partidos, para que não se permita a utilização do dinheiro público para promover qualquer que seja a candidatura. É uma campanha antecipada, ilegal e a Justiça tem que tomar providências nesse sentido”, disse Cássio em entrevista.

    Questionado sobre a notoriedade que o cargo de secretário já confere a João Azevedo, Cássio rebateu: “A notoriedade de João Azevedo vem sendo feita quando se usa espaços públicos e recursos públicos para promovê-lo como pré-candidato. Isso gera desequilíbrio do pleito”, afirmou.

    O senador comparou a pré-candidatura de João Azevedo com outros postulantes. “João Radical, por exemplo, foi candidato ao governo em 2014 e não contou com o espaço que João está tendo hoje para ser promovido. Isso é mais um problema de Justiça e Ministério Público do que da política”, acrescentou.


    Blog do Gordinho