terça-feira, 15 de agosto de 2017

Presidente afastado da Câmara de Vereadores tem casa e carro atingidos por tiros; Ele está sendo investigado por irregularidades na sua gestão

(Reprodução/Internet)
Um vereador do Conde, cidade na Região Metropolitana de João Pessoa, afirmou ter sido vítima de uma tentativa de homicídio na manhã desta segunda-feira (14). Segundo informações repassadas pelo próprio vereador Naldo Cell (PT) o portão da sua casa foi atingido por seis tiros. Dois tiros transpassaram o portão e atingiram o carro do vereador. Ninguém ficou ferido.

O delegado do Conde, Héctor Azevedo, comentou que tomou conhecimento do fato e ouviu o vereador na manhã desta segunda-feira. “Solicitei uma equipe da perícia [do Instituto de Polícia Científica] para colher os vestígios e analisar os disparos”, comentou. Em seu depoimento, o vereador contou que a sua mãe, que mora na mesa casa, ouviu os tiros e foi até ele avisar. Ao sair, Naldo encontrou as marcas de tiro.

Naldo Cell acredita que o caso foi uma forma de intimidação e disse que vai solicitar uma segurança particular à Secretaria de Segurança e da Defesa Social (Seds). A Polícia Militar foi acionada pelo vereador e realizou buscas pela área. Nenhum suspeito tinha sido localizado até o final da manhã desta segunda.

Presidente afastado da Câmara
O vereador está no meio de uma disputa política envolvendo a presidência da Câmara de Vereadores do Conde. Naldo Cell era o presidente da casa até a semana passada, mas foi afastado após suspeitas de irregularidades. Entre os supostos ilícitos que pesam contra o vereador, está o fato de ter contratado uma empresa que pertence à mãe para prestar serviços na câmara.

A apresentação da defesa do vereador está marcado para a tarde desta segunda-feira (14). Após o afastamento, o comando da Casa foi assumido pelo vice-presidente, Irmão Cacá (PMDB). Uma comissão na casa foi formada para conduzir as investigações, que deve durar cerca de 20 dias.


Da Redação 
Com G1/PB