quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Por que as pessoas quando não tem argumentos tentam ofender o questionador?

Aquele que xinga na resposta está dizendo que você venceu, que ele não tem o que argumentar e que o conhecimento dele não é capaz de resolver de modo satisfatório para ele a tua pergunta. Que ele gostaria de arrasar com argumentos, mas não encontrou uma saída.

Em filosofia existe o que se chama argumento ad hominen. Significa que o sujeito tenta desqualificar o argumento de seu interlocutor, desqualificando o próprio oponente. Por exemplo, pode-se dizer que alguém é incompetente, de forma a induzir a conclusão de que, a ideia da pessoa não é passível de crédito. Devemos analisar os argumentos e não as pessoas. Ateus, teístas, agnósticos e religiosos, todos podem dizer algo útil, profundo e não deveríamos ignorar as mensagens apenas porque não concordamos com um ou outro, quanto ao restante de suas ideias. Por outro lado, atacar as pessoas e não seus argumentos é prova de fraqueza e não de força. Qualquer um pode ofender os outros, mas contra-argumentar com elegância, lógica e eficácia é um desafio ao qual nem todos estão à altura de colocar, infelizmente.

Quem tem argumento, argumenta. Quem não tem, ofende
O ataque pessoal a um formador de opinião, a um colega parlamentar ou a um cidadão que usa as redes sociais ou programas de rádios e tv's para tecer críticas a uma determinada pessoa pública, é a forma mais grosseira e ordinária de se discutir (se é que podemos chamar isso de discussão). Esse tipo de falácia, chamada de Argumento, é uma das coisas mais comuns em posts de internet e nos debates nas pequenas Casas Legislativas. 

"Fato. Discussõezinhas baratas, tentativas frustradas de demonstrar total controle de uma situação falida, e todos os argumentos se esgotam. De repente, quer continuar debatendo uma coisa que sabe em seu EU interior, que não tem mais razão. E passa a ATACAR perante a todos, em vez de se calar. É como eu sempre digo: Se você está certo, use seus argumentos. Se lhe faltam argumentos, é porque o mundo inteiro não pode estar errado e só você certo. Ataque de outras formas mais convenientes, de preferência pessoas de sexo oposto e de formas mais agradáveis. Às vezes o silêncio é a melhor resposta, e calar-se, em muitas situações, é mais inteligente do que se passar por ridículo, não acham pessoas? Sejamos mais inteligentes em meio a esta geração de gente esperta!" (http://paulacassim.com.br)