sexta-feira, 4 de agosto de 2017

A cidade de Piancó e o Vale estão mais triste com a despedida da professora Elicênia para a Eternidade

Na tarde de ontem, quinta-feira (03) por volta das 15:00h a cidade de Piancó e todo o Vale tomou ciência sobre uma notícia que muitos não queriam ler nem ouvir: O falecimento da professora Maria Elicênia Pereira Leite. Uma conceiçãoense que escolheu Piancó pra morar diante de um relacionamento de amor conjugal com Ângelo Leite de Azevedo. Desse matrimônio nasceram três filhos: Ângelo Leite Filho, Paulo Marcelo Pereira Leite e Antonio de Pádua Pereira Leite. Dessa união vieram mais herdeiros e a família cresceu em números de noras e netos. 

A professora Elicênia lecionou por muitos anos nas mais variadas escolas da cidade de Piancó. Sua matéria preferida: Português.

Uma redatora invejável e uma mulher além do seu tempo.

Sempre envolvida nas questões sociais e políticas da sua região, esteve ao lado de figuras ilustres da política paraibana, a exemplos de Antonio Leite Montenegro, Judivan Cabral, Wilson Leite Braga e Zé Maranhão. Foi candidata a vice-prefeita, mas não se elegeu. 

Hoje a cidade chora a sua partida... Não há nada do que reclamar dessa pessoa que sabia cultivar a todos e não feria com palavras, mas era sincera ao colocar suas opiniões sobre os mais variados temas.

Católica, foi "Zeladora" (Integrante do Apostolado da Oração) da Igreja de Santo Antonio de Piancó por muitos anos.

Prestou seus serviços como uma verdadeira "assistente social", quando muitos lhe procuravam para pedir socorro.

Escreveu discursos para muitos políticos.

Foi um exemplo de mulher guerreira que, ao ficar viúva ainda jovem, soube criar seus três filhos e fez sua família crescer e se desenvolver no seio piancoense.

Hoje Piancó e o Vale se despede dessa senhora que há alguns dias vinha se deixando notar pela sua ausência. Pois se encontrava em tratamento de saúde na cidade de João Pessoa, onde veio a falecer na tarde dessa quinta-feira, dia que ficará marcado para sempre nas mentes de todos os piancoenses.

Seu corpo está sendo velado em sua residência, à Rua Antonio Brasilino, no Centro da cidade de Piancó Seu sepultamento será às 17:00h no Cemitério São Miguel.