terça-feira, 25 de julho de 2017

PM identifica o verdadeiro assassino do sargento morto a tiros em Coremas

Centenas de pessoas acompanharam o sepultamento do corpo do sargento José Gomes da Silva (Foto), de 47 anos, ocorrido por volta do meio-dia desta segunda-feira, 24, na cidade de Diamante, de onde ele era natural. O sargento J. Gomes estava trabalhando na cidade de Coremas, e numa de suas folgas, participava de uma festa na zona rural, quando foi alvejado e morto, na madruga do último domingo (23). Esposa e filhos do sargento, e vários familiares acompanharam o velório e o sepultamento na cidade de Diamante.

Logo após o crime, policiais militares prenderam Damião Pereira da Silva, de 31 anos, que foi autuado e recolhido à cadeia, mas, durante a tarde do domingo, o delegado José Pereira e sua equipe descobriram que o homem preso não tinha nenhum envolvimento com o fato e iniciaram um trabalho de investigação para identificar o verdadeiro assassino, que se encontra foragido.

O VERDADEIRO ACUSADO
Trata-se de Damião Guedes de Oliveira, morador do sítio Logradouro, o mesmo onde ocorreu o crime. Conforme um tio do acusado, em depoimento ao delegado, na tarde desse domingo, ele passou por sua casa durante a madrugada pedindo apoio, pois falava que havia matado uma pessoa, mas o depoente afirmou que se recusou a dar guarita ao fugitivo, que deixou o local, inclusive levando um tênis velho do dono da casa, porque havia perdido seus sapatos durante a fuga.

Conforme o delegado José Pereira informou ao Site Folha do Vale Online,  a polícia chegou até Damião Guedes depois que sua moto foi encontrada por populares abandonada em uma via precária do sítio onde residia. O veículo tinha as mesmas características da motocicleta apontada por testemunhas como sendo a do autor do crime, que fugiu após balear o policial. O delegado também descobriu que o acusado e a vítima haviam se desentendido durante a festa e tinham uma rixa antiga em razão de um suposto ciúme que o acusado nutria em relação ao policial por causa de uma mulher com quem Damião à época convivia.

FORAGIDO
O homem continua foragido, mas poderá ter a prisão preventiva decretada pela Justiça a qualquer momento, enquanto o rapaz que está preso injustamente poderá ser liberado durante audiência de custódia nesta terça-feira, 25, no Fórum da Justiça de Coremas.