segunda-feira, 3 de julho de 2017

Hugo Motta e André Amaral se posicionam para barrar denúncia contra Temer

O jornal Folha de São Paulo resolveu realizar uma enquete com os deputados federais que devem aprovar ou não a denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB). Caso a denúncia seja aceita, Temer será afastado para ser julgado.

O presidente é acusado de corrupção passiva, pois segundo a denúncia da PGR (procuradoria- Geral da República), seria o destinatário de uma mala de R$ 500 mil de propina da JBS, além de promessa de outros R$ 38 milhões em vantagens indevidas.

A base governista na Câmara se esquiva e alguns até gostariam de declarar seu voto contra Temer, mas as indefinições seguem forte, na Paraíba não é diferente. Apenas dois parlamentares, dos 12 deputados federais do Estado estão declarando que vão salvar o presidente das denuncias e dois já disseram que vão aceitar a ação.

Hugo Motta e André Amaral se posicionam para barrar denúncia contra o presidente, outros cinco preferiram não responder, dois ainda não sabem como irão votar e apenas Pedro Cunha Lima (PSDB) e Luiz Couto (PT), declararam seu voto a favor da denúncia.

Os deputados Aguinaldo Ribeiro (PP), Damião Feliciano (PDT), Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), Wilson Filho (PTB) e Wellington Roberto não responderam sobre seus votos. Já Rômulo Gouveia (PSD) e Efraim Filho (DEM) ainda não sabem como irão votar na Câmara Federal.

Cabe à Casa dar ou não aval, com os votos de no mínimo 342 deputados, para que o STF possa aceitar a denúncia e abrir a ação penal.



PB Agora