quinta-feira, 22 de junho de 2017

Vereadores querem "punir" o prefeito de Piancó por cumprir Termo de Ajuste de Conduta com o MP; entenda o caso

(Click na imagem para ampliar)
Durante as festividades alusivas ao Padroeiro de Piancó, "Santo Antonio" (Junho/2017), a Prefeitura Municipal e o  Ministério Público (MP), fizeram um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), onde se disciplinava que que "nada poderia ocupar as calçadas e a praça durante a festa de Santo Antonio", e assim se fez, para garantir a segurança das pessoas e o livre trânsito pelos deficientes e idosos. Diante da decisão, entre o MP e PMP, a Câmara de Vereadores de Piancó, através de membros que compõem a sua Mesa Diretora, está a criticar o prefeito Daniel Galdino, por ter acatado o TAC e zelar pela segurança das pessoas. 

Mas o fato só veio a tona porque os vereadores se "sensibilizaram" com um determinado cidadão, por não ter tido ele autorização do município para colocar um "camarote" na calçada de sua residência, e agora a população se pergunta: " - Se fosse um cidadão comum, a exemplo de um pedreiro, lavadeira, auxiliar de serviços ou quiçá um cidadão desconhecido e sem um anel no dedo, teria tamanha proteção desses vereadores, mesmo que estivessem contra a lei?". Lamentavelmente o mandato de alguns poucos são usados em favor dos interesses dos mais ricos e eminentes doutores em detrimento da sociedade.

Na Sessão dessa quinta-feira (22) a população vai a Câmara de Piancó, a partir das 19:00h; para olhar nos olhos daqueles que defendem apenas seus interesses pessoais e de uma minoria, enquanto a maioria da população pede atenção dos seus parlamentares para que se debata temas relacionados ao futuro do Município e de seus munícipes. Será votado uma Moção de Repúdio em desfavor  do eminente prefeito Daniel Galdino, porque este cumpriu um TAC entre a Prefeitura e o Ministério Público. E agora?


oblogdepianco.com.br