terça-feira, 27 de junho de 2017

Juízes apresentam propostas para elaboração das Metas do CNJ de 2018



O gestor das Metas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no âmbito do Poder Judiciário paraibano, desembargador João Benedito da Silva (vice-presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba), e alguns dos juízes coordenadores dos trabalhos, se reuniram, nesta segunda-feira (26), com o objetivo de elencar propostas para a elaboração das Metas Nacionais do Poder Judiciário para o ano de 2018, que deverão ser encaminhadas ao CNJ.


A reunião foi conduzida pela Diretoria de Gestão Estratégica e Gerência de Pesquisas Estatísticas do TJPB. Na ocasião, os magistrados Eduardo José de Carvalho (coordenador da Meta 6), Jailson Shizue (Meta 2) e Renata Barros (Meta 8) também avaliaram as Metas em que estão trabalhadas no corrente ano e os aspectos que poderão ser modificados a partir do ano seguinte, para um melhor desempenho.

“Isso significa transparência e participação no processo de construção das metas. É uma contribuição técnica e jurídica, que representará um ganho para o Judiciário e para o jurisdicionado”, afirmou o desembargador João Benedito, que vem realizando reuniões mensais para acompanhamento dos trabalhos.

O juiz Eduardo José de Carvalho Soares enalteceu a forma como vem sendo desenvolvida a orientação das ações para alcance das metas. “É contributiva e democrática, voltada para a melhoria dos trabalhos do Tribunal”, disse.

De acordo com a gerente de Pesquisas Estatísticas do TJPB, Renata Grigório, a coleta de propostas feitas pelo gestor e coordenador das metas visa tornar participativo o processo de elaboração das mesmas para o ano de 2018 pelo CNJ.

Com o mesmo objetivo, o TJPB também está promovendo pesquisa sobre o assunto, no próprio site, oferecendo aos magistrados, servidores e demais membros da sociedade a oportunidade de sugerir e contribuir para uma gestão judiciária mais transparente e participativa.

“É importante escutar as propostas dos próprios coordenadores. Nesta coleta, há um maior nível de detalhamento e a crítica é mais técnica”, avaliou a gerente.

A partir da reunião e do resultado da Pesquisa, será feito um relatório, que consolidará todas as propostas. “O documento será encaminhado na sexta-feira (30) à Rede de Governança, após a aprovação do vice-presidente e coordenador das Metas”, adiantou.

oblogdepianco.com.br
assessoria