terça-feira, 30 de maio de 2017

PM nas suas rondas pela cidade de Piancó retirou de circulação uma dupla de possíveis traficantes

(Imagem ilustrativa/Internet)
Os bairros periféricos da cidade de Piancó estão a carecer de políticas públicas que nunca foram executadas pelos gestores que passaram pela Prefeitura nos últimos anos. O Bairro Campo Novo [Luiz de Caldas Sobrinho] bem que poderia ser um bairro-modelo por ali está instalado as Lojas Maçônicas, a Rádio Cidade FM, o Fórum Desembargador Luis Sílvio Ramalho, a Capela de São José, O PSF Eudo Moura Diniz, a 3ª Companhia de Polícia Militar, o Fórum Eleitoral, a Escola Municipal Luciano Freires de Farias e futuramente uma creche de primeiro mundo. Além desses órgãos, a residência do atual prefeito está também ali inserida, já que o Campo Novo faz divisa com o Bairro Ouro Branco.

O Bairro Campo Novo abrange hoje os conjuntos habitacionais: Jomar Mendonça (Projeto Mariz), Padre Luciano e Mutirão.

O Campo Novo hoje se tornou ponto de  referência de drogados e prostitutas, principalmente a prostituição infantil. Apesar de na comunidade existir pessoas de bem o Bairro está ameaçado pelo descaso das autoridades.

Na semana passada um caso de morte por tiro deixou o bairro em pânico. Relembre o CASO!

A PM tem feito a sua parte, e foi nessa segunda-feira (29) que conseguiram retirar de circulação dois jovens que estavam de posse de pedras de crack e de maconha. Ambos foram autuados em flagrante e levado a Delegacia de Polícia e em seguida conduzidos a Cadeia Pública de Piancó.

A secretária de Desenvolvimento Social, Antonio Regina e o Secretário de Saúde, Antonio Leite Neto, por orientação do prefeito Daniel Galdino, irão programar políticas de aconselhamento e orientação às famílias residentes em todos os bairros periféricos da cidade, para resgatar a dignidade desse povo que há muito vem sendo esquecido pelas autoridades governamentais.


oblogdepianco.com.br