terça-feira, 9 de maio de 2017

Juíza leva doação de alimentos e roupas para instituição de Itaporanga

(O pres. Joás e sua esposa, Ana Lúcia,e as juízas Silmary e Lessandra)

A juíza de Itaporanga, Lessandra Nara Torres, lançou uma campanha para ajudar as crianças da Escola Creche Santa Clara de Assis, que foi abraçada pela Associação das Esposas dos Magistrados da Paraiba – Aemp, na pessoa da sua presidente, a psicóloga Ana Lúcia Alencar Pereira e suas associadas.

Em mais uma ação da Justiça, a magistrada esteve no Tribunal de Justiça da Paraíba no último domingo (08), quando recebeu da presidente da Entidade, Ana Lúcia, a primeira parte da doação de alimentos, roupas, lençóis, fraldas, leite em pó e brinquedos. A campanha recebeu o apoio das “aempianas’, funcionários do TJPB e amigos da entidade.

De acordo com a presidente da Aemp, a ação que terá continuidade com outras entidades foi mais uma iniciativa social, que por coincidência chega até o Vale do Piancó, a exemplo do que ocorreu na primeira ação do Tribunal/Aemp, que foi arrecadar alimentos para as famílias atingidas pela seca, através da Campanha “Tribunal Solidário”, em adesão a uma iniciativa do padre Djacy Brasileiro, que atua na região.


“Estou muito feliz com esse trabalho. Nós da Aemp temos sempre essa alegria e satisfação quando fazemos algo pelos outros. Ainda ficou grande parte de roupas, leite e brinquedos e vamos entregar a juíza Lessandra o mais breve possível”, disse Ana Lúcia Alencar Pereira.

O presidente do TJPB, desembargador Joás de Britto Pereira Filho, e a juíza Silamary Queiroga Vita, coordenadora adjunta jurídica, estavam presentes ao ato de doação feito pela Aemp, além do esposo da juíza Lessandra, Daniel Dal Pont.
(A juíza Lessandra na escola-creche no momento da doação)


Histórico – Ao chegar a Itaporanga, a juíza Lessandra Torre, procurou conhecer a cidade e instituições carentes, que pudessem receber parte da prestação pecuniária e parte das transações penais que surgem nas ações do Juizado Especial Criminal. “Com o objetivo de encontrar instituições que eu pudesse fazer a destinação dessa verba, dentro dos processos judiciais, comecei a conhecer as entidades carentes de lá”, afirmou a magistrada.

A Escola Creche Santa Clara de Assis foi a beneficiada da vez, pois acolhe cerca de duzentas crianças carentes, de 1 até 14 anos. A Escola Creche atende em período integral, com ensino regular fundamental, anos iniciais, meio período, localizada na Praça Frei Martinho, 83, centro de Itaporanga e é mantida por uma ONG – Organização não governamental internacional Franciscana.

Com a crise mundial, lembrou a juíza, a ajuda diminuiu muito. “Mas eles ainda são mantidos pelos frades da Ordem Franciscana, que já vieram várias vezes a Itaporanga, conhecer o projeto in loco.

Quando conheci, só pensei em ajudar e já fui falando com meus colegas magistrados, com amigos e familiares. Queria deixar registrado que essa grande doação da Aemp veio no momento certo e isso nos deixa muito feliz. Não tenho palavras para dimensionar a gratidão a Aemp”, finalizou a magistrada.

oblogdepianco.com.br
Por Kubitschek Pinheiro