sábado, 6 de maio de 2017

Delegado repassa detalhes de homicídio cruel ocorrido em Junco do Seridó

Um crime bárbaro ocorrido na quarta-feira (03) deixou os moradores do município de Junco do Seridó perplexos pelos atos de crueldade praticados contra a vítima.  

Por volta das 08h30 da manhã dessa quinta (04), a Polícia foi acionada para conferir a existência de um corpo se encontrava parcialmente queimado e abandonado na Serra do Breman, no município de Junco do Seridó. A vítima de nome Leandro da Silva Mota, tinha 19 anos de idade e foi morta por golpes de ferramentas de madeira.  

Segundo informou o delegado, após ter ciência do ocorrido as polícias Civil e Militar entraram em diligências para tentar descobrir a autoria do crime.


Por volta das 22h30 de ontem, chegou à delegacia o popular Romário Cavalcante de Lima (22 anos), acompanhado de um menor de 17 anos de idade, ambos detidos pela polícia.

Após serem ouvidos pela autoridade policial, os dois acusados acabaram confessando a prática de homicídio. Segundo o acusado de nome Romário, o crime foi motivado por uma discussão gerada durante um momento de bebedeira entre os envolvidos.

Após espancarem a vítima com ferramentas de madeira, logo em seguida atearam fogo no corpo da mesma, que inclusive foi envolvido com colchões que se encontravam na localidade conhecida como Serra do Breman.

Durante os depoimentos a polícia teve conhecimento que provavelmente mais duas pessoas teriam participado do ato criminoso, sendo que um deles já foi preso.

Em relação aos menores, a polícia já está tomando as medidas cabíveis e encaminhando o caso para o judiciário.



Patosonline.com