sexta-feira, 28 de abril de 2017

Homem suspeito de abusar sexualmente de criança é preso pela Polícia Civil

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Infância e Juventude (DRCCIJ) de Campina Grande, cumpriu, na tarde desta quinta-feira (27), o mandado de prisão expedido pela Câmara Criminal de João Pessoa contra o operador de máquinas Francisco Rinaldo Batista, 64 anos, condenado definitivamente a 8 anos de prisão, por estupro de vulnerável.

O operador de máquinas foi denunciado na polícia em 2013. Na época, parentes da vítima, uma criança de 6 anos, procuraram a delegacia e contaram que Francisco Rinaldo estaria abusando sexualmente da menina. “Os atos libidinosos aconteciam quando familiares saíam de casa, momento em que o acusado se aproveitava para acariciar as partes íntimas da menina, e obrigá-la a praticar atos nele também”, disse a delegada de Repressão aos Crimes Contra a Infância e Juventude, Alba Abrantes.


Quando foi ouvida, a vítima afirmou que demorou a contar aos pais porque tinha vergonha e medo que eles não acreditassem nela e por isto suportou calada a prática do crime. Com a identificação do responsável pelo abuso sexual e com os resultados dos exames que comprovaram a prática do crime a autoridade policial pediu a prisão do suspeito. O advogado recorreu junto à Justiça e o juiz Joás de Brito Pereira Filho negou o provimento ao apelo e expediu o mandado de prisão contra o operador de máquinas.

Francisco Rinaldo Batista foi preso na residência dele, na Rua das Oiticicas, no Centro de Campina Grande. Ele foi encaminhado para a Central de Polícia da cidade, no Catolé, e será apresentado nesta sexta-feira (28) na audiência de custódia.

Fonte: Repórter PB