terça-feira, 4 de abril de 2017

BOMBA! Zé Vieira quebra o silêncio, chama Prefeito de Gerente, compara gestão, vai ficar na política, e diz que 1.500 famílias sofrem perseguições em Marizópolis


O Ex-prefeito de Marizópolis, Zé Vieira foi na noite desta segunda-feira (03) até a residência do Vereador aliado, Osmar Vitalino para comemorar a vitória a presidência da Câmara, Derval Olímpio.

Reunidos com amigos, correligionários, Zé Vieira fez um discurso duro, e criticou as atitudes do atual governo municipal, Zé de Pedrinho.

Diante dos Vereadores: Raniel Roberto, Jorginaldo Martins, Maria Betânia, e do presidente, Derval Olímpio fez a sua preleção dizendo que a Câmara de Marizópolis registrou-se um fato histórico, aonde o poder, e “o dinheiro desviado da Prefeitura de Marizópolis, as vagas oferecidas pelo governo não sensibilizaram nenhum dos cinco vereadores”, disse.


- Eu tenho certeza vereadores que esse compromisso que vocês tiveram com Derval Olímpio, certamente, Deus vai avalizar nas próximas eleições, iluminar o povo de Marizópolis para dar as vocês o respaldo de mais uma vitória embasada na honestidade, na dignidade, no caráter, no bem-estar que vocês causaram a sociedade de Marizópolis que foi confirmar pela terceira vez a vitória de Derval, afirmou.

Segundo Zé Vieira a Cidade de Marizópolis hoje é mal vista pelos últimos acontecimentos ocorridos, e registrados na Câmara Municipal, e comentou: “Eu tenho certeza que os vereadores que não conseguiram seus objetivos, o alvo que era a presidência da Câmara vão começar analisar o que aconteceu, e que o Poder Legislativo precisa de respeito. A Casa Legislativo é aonde se precisa de homens de respeito. Não é um curral qualquer, nem chiqueiro de ninguém”.

Em outra parte do discurso de 14 minutos, Zé Vieira conclama aos amigos, e aliados para começarem a combater aqueles que chamam o presidente eleito da Câmara, Derval Olímpio de traidor. “Derval é um vereador duas vezes eleitos na oposição e que esperava ser convocado a ser o presidente deles. Se você tivesse sido Derval o candidato deles, você teria tido os votos dos quatro vereadores dá gente. Mas se ele achou que Derval não era merecedor deste cargo, inteligentemente, habilidosamente, com um gesto de coragem Derval buscou a solução correta que foi se aliar aos vereadores de oposição, conseguir somar os cinco votos e se tornar presidente na Câmara Legislativa. Você Derval honra sim, hoje Abdias Olímpio da Silva”.

Na continuidade do seu discurso para amigos e aliados, Zé Vieira teceu críticas a gestão do prefeito Zé de Pedrinho no tocante as obras paradas, aonde também causam desemprego a população. “O servente parado, o pedreiro parado, o eletricista parado, o carpinteiro parado há sete meses, o comércio quebrando, o povo passado pela maior violência política de toda a história, que é a violência de não atender o mais simples, o mais pobre. Nossa Cidade estar vivendo um momento difícil, o que não é da conta só da Câmara...dá conta de todos nós”.

Para Zé Vieira, o que Marizópolis passa hoje é também da conta de várias classes sociais, e citou: “É da conta dos Evangélicos, dos pastores, dos padres, de todo o conjunto da sociedade que buscam as soluções para melhorar a situação daqueles mais simples, mais humilde. Infelizmente, Marizópolis estar feito um Navio em alto mar, a deriva, sem rumo sem direção. O que ver neste instante é frota de veículos comprada em tão pouco tempo de governo. Mas ontem diziam que Zé Vieira era um corrupto. Fizeram campanha dizendo que Zé Vieira desviou dinheiro público. Falava que Zé Vieira responde processo do “Campo”, mas o “Campo” estar feito. Responde processo sobre a estação de tratamento de esgoto, mas estar pronta. Nossas obras foram todas feitas executadas conforme os projetos, e especificações técnicas dos órgãos, e nós pagamentos um preço muito alto por isso”.

Zé Vieira também se defendeu das acusações de malversação do dinheiro público, e resolveu comparar: “Imagina Zé Vieira que dava 200 empregos indiretamente na construção civil em Marizópolis era um corrupto, e imagina aquele que não deu emprego até hoje a ninguém? Aquele que nada construí em sete meses? Aquele que recebeu R$ 8 milhões e nada fez para a Cidade. Que quero aqui, e prefiro não chama-lo de corrupto. Prefiro que a Justiça tome conte destas questões, por que isso é questão de justiça. Apenas lamento o que estar acontecendo na minha cidade hoje. O que estar acontecendo com os mais humildes, os simples, a Mãe de família, a criança, o adolescente que buscam um abrigo, e não têm aonde encontrar esse abrigo”.

O ex-prefeito Zé Vieira citou o caso da Família de “Bombeiro” que passa necessidade, e faz campanha para sobrevir, caso que não acontecia em seu governo, e se ele soubesse, mandava resolver a situação imediatamente. Citou que aproximadamente hoje 1.500 famílias em Marizópolis vivem desassistidas do Poder Público Municipal, como ao relento, e abandonadas. “É lamentável. O político tem que ter o coração aberto para todos, especialmente para os mais humildes. Isso foi a minha vida inteira. Não vou mudar jamais. Vamos caminhar nesta linha, não vou sair da política, não sei se sou mais candidato, mas não quero sair da política. Eu fiz uma administração com referência para esse País. Eu vou ficar participando da vida pública. Não vou mudar. Eu vou ajudar, não só qualquer um do meu Grupo, mas qualquer um do lado de lá que entender, tiver humildade e pedir alguma experiência da vida pública, esse modesto homem de 20 anos de mandato dará o parecer”.

Zé Vieira chamou o atual prefeito de Marizópolis Zé de Pedrinho de “Gerente”, e disse que poderia ajudar seu governo com sua experiência administrativa. “O próprio Gerente que ai se encontra eu posso dá um parecer para ele. Se é para melhorar a situação dos mais humildes eu não posso ser contra”.

Escute o áudio, e ouça o discurso completo de Zé Vieira após a eleição da Câmara que elegeu pela terceira vez, Derval Olímpio como presidente em menos de 3 meses de mandato.


Repórter PB